quant
Fique ligado

Edição 468

Óleo alimentar para Gota d’Água compor cabazes de Páscoa

Publicado

em

A noite de sábado, 5 de abril, foi especial para a associação Gota d’Água, que foi beneficiária de um espetáculo solidário, cujo objetivo era angariar óleo alimentar.

A ideia partiu de António Moreira, voluntário em várias coletividades trofenses, que decidiu apoiar, igualmente, a Gota d’Água, através de um espetáculo de variedades, onde a música e a dança animaram o público presente na Casa da Pedra, na Quinta de S. Romão do Coronado.

O voluntário explicou que foi “contactado” pela associação “há cerca de dois meses”, no sentido de “angariar óleo alimentar”. “Estou aqui para isso, para ajudar, por isso decidi fazer alguma coisa por eles”, referiu

A chuva, segundo o organizador, “não ajudou” a que a iniciativa tivesse uma grande adesão, ainda assim António Moreira não atirou a toalha ao chão. “Podia ser pior, mas de qualquer das maneiras está a ser agradável. As pessoas não estão em grande número, mas é razoável, dentro do que eu previa”, sublinhou.

Lindomar Santos, representante da Gota d’Água, explicou que a ideia de angariar óleo surgiu na sequência da necessidade de fazer cabazes e distribuir pelas famílias necessitadas, na época da Páscoa. “Atualmente, não temos muita reserva de alimentação, porque tivemos um grande corte de sócios e por ainda não termos privilégios iguais às outras associações. Até há pouco tempo comprávamos, até porque na freguesia não há muito o hábito de colaborar em termos de alimentação no supermercado. Por isso, fizemos o espetáculo solidário, para angariarmos óleo. Não correspondeu muito ao nosso objetivo, mas valeu a presença das pessoas”, frisou.

A noite foi animada pelos grupos de dança Kids e de adultos da Academia Municipal da Trofa, das danças de salão da ACRESCI – Associação Cultural Recreativa e Social de Cidai, música clássica com Vânia Bajão (violino) e Joana Miranda (flauta), música ligeira pelo trio Os Acesos e por Zé Cunha (concertina).

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 468

Crónica Verde: Saudades do milho-rei

Publicado

em

Por

Na segunda metade do século XX, foram introduzidos sementes provenientes de cruzamentos entre plantas que, naturalmente, nunca se cruzariam. Estas sementes produzem plantas mais resistentes a certas doenças e com uma produção muito maior – no caso do trigo, por exemplo, o híbrido produz até dez vezes mais (que o trigo comum).

(mais…)

Continuar a ler...

Edição 468

Atendimento municipal com nova imagem (c/ vídeo)

Publicado

em

Por

Câmara da Trofa inaugurou novo espaço do atendimento municipal e estreou o Balcão Via Azul Simplifica, com atendimento especial aos empresários.

(mais…)

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também