As obras de requalificação da Escola E.B.1 e Jardim de Infância de Finzes arrancam no próximo ano e vão resultar de um investimento de 1,5 milhões de euros. A garantia foi dada por António Pontes, vereador do Pelouro da Educação da Câmara Municipal da Trofa, que anunciou ainda a requalificação da Escola E.B.1 e J.I. de Querelêdo, em Covelas, e da Escola E.B.1 da Estação, no Muro, cujo arranque está previsto nos dois primeiros meses de 2009.

Antonio Pontes A Escola E.B.1 e J.I. de Finzes vai, a partir de 2009, ser alvo de obras de ampliação e requalificação. A garantia foi dada por António Pontes, vereador do Pelouro da Educação da Câmara Municipal da Trofa, durante a visita à escola, na passada quinta-feira, para a entrega de presentes de Natal às crianças, numa iniciativa da autarquia trofense. “Vamos dar uma volta completa à qualidade com que esta escola vai poder receber os alunos, a partir do momento em que essas obras estiverem concluídas”, afirmou António Pontes, em declarações ao NT/TrofaTv. Entre as obras de ampliação e requalificação da escola E.B1 e J.I de Finzes está determinado o alargamento da capacidade do jardim de infância para o dobro, assim como um maior número de salas de aula para o primeiro ciclo, para acabar com a “necessidade de recurso a salas pré-fabricadas, como neste momento ainda existe”. Dotar a escola de novas infraestruturas, como o melhoramento da sala de biblioteca e a criação de mais uma sala polivalente, é outra intervenção prevista na escola.

A Escola E.B.1 e J.I. de Finzes possui, actualmente, cerca de 75 crianças no jardim de infância e pouco mais de 300 alunos no primeiro ciclo. Com as obras de ampliação, “a nova escola vai estar dimensionada para um grupo de 350 alunos de primeiro ciclo, no máximo, e para 150 alunos de jardim de infância”, explicou o vereador. “Estamos a falar de cerca de 500 alunos no máximo, pelo que vamos ter de fazer obras de valor bastante significativo”, acrescentou. Para o futuro centro escolar de Finzes, o investimento previsto é de 1,5 milhões de euros. “É um investimento muito avultado , mas necessário tendo em conta a dimensão e a capacidade que nós queremos que esta escola tenha para atender de uma forma digna e qualificada o grupo de alunos que vão frequentar a escola”, frisou António Pontes.

Para além da E.B.1 e J.I. de Finzes, outras escolas vão usufruir da requalificação das suas instalações, como a Escola E.B.1 e J.I. de Querelêdo, em Covelas e a Escola E.B.1 e JI da Estação, no Muro. “Na Escola de Querelêdo de Covelas estamos a falar de uma intervenção para ampliar a capacidade de recepção de alunos ao nível do jardim de infância, mantendo a capacidade para o primeiro ciclo, mas dotando a escola de uma biblioteca, uma sala polivalente, cantina e refeitório, e todo um conjunto de facilidades como balneários, casas de banho apropriadas”, enumerou o vereador do Pelouro da Educação. De acordo com António Pontes, “é uma escola que tem necessidade evidente de melhorar essas instalações”. O investimento será “na ordem dos 650 mil euros” e “o objectivo é que as obras arranquem nos primeiros dois meses de 2009”.

Na mesma data está prevista a ampliação da capacidade da Escola E.B.1 da Estação, no Muro, com a construção de duas novas salas, uma para o jardim de infância, outra para o primeiro ciclo. Com um investimento de cerca de 750 mil euros, “a ideia é dotar aquela escola de uma biblioteca, de um espaço polivalente coberto e também balneários e sala para professores”, garantiu António Pontes.

 

Refeições no Jardim de Infância de Esprela a partir de Janeiro

 

Por sua vez, no Jardim de Infância de Esprela a intervenção executada pela Câmara está concluída. “É uma escola que passou de primeiro ciclo para jardim de infância, com uma qualidade que foi reconhecida pela Direcção-Geral de Educação”, frisou o vereador. O investimento na ordem dos 200 mil euros “é mais um daqueles que, juntamente com os outros que no ano de 2009 irão arrancar, vão fazer com que durante os próximos anos, todo o parque escolar do concelho da Trofa fique com condições adequadas para aquilo que nós achamos que são a exigência de uma escola que tem de preparar as nossas crianças e jovens para um futuro melhor”, acrescentou. O Jardim de Infância de Esprela estará em plena actividade a partir de Janeiro de 2009. “Já temos as coisas todas acertadas com a Associação de Pais, para que, a partir do dia 5 de Janeiro, o Jardim de Infância de Esprela possa ter o serviço de refeições na própria escola”, adiantou o vereador.