O espetáculo musical “O Rei Leão”, protagonizado pela ACRESCI, vai estar em cena, no dia 16 de fevereiro, no Parque Nossa Senhora das Dores, com entrada livre.

“Para quem quiser sair de casa para passar um bom bocado não se vai arrepender de certeza de ver uma hora de um trabalho que para mim tem um resultado excecional. Acho que vai ser uma boa surpresa”. É desta forma que José Carlos, presidente da ACRESCI – Associação Cultural Recreativa e Social de Cidai, convida a comunidade trofense a assistir ao espetáculo musical “O Rei Leão”, que se realiza pelas 21 horas do dia 16 de fevereiro, sábado, no Parque Nossa Senhora das Dores.

O espetáculo musical baseado no filme de animação da Disney, levado à cena pela ACRESCI, está inserido na Semana da Juventude, que decorre nos dias 10 e 16 de fevereiro. Com mais esta atividade, que se insere no “plano de dinamização da juventude local”, a Câmara Municipal da Trofa pretende “diversificar os espetáculos disponíveis e fidelizar os públicos”.

A peça, que conta com o desempenho de “70 pessoas”, tem como base “o mundo da selva”, sendo representado “totalmente” o que é o “ciclo da vida”, onde existem “pessoas boas e menos boas”. As pessoas que assistam a esta peça podem vivenciar “alguns momentos emocionais e de algum modo afetivos”, que mistura “alguma alegria”. “A peça está muito agradável. Uma hora bem passada, onde envolve todos os tipos de emoção. Quanto mais silêncio e envolvência das pessoas na peça, melhor vão ter opinião sobre aquilo que se vai passar e levam dali uma hora e tal muito bem passada”, denotou, acrescentando que vão existir “várias situações montadas”, para que as “pessoas fiquem coladas ao que se está a passar em cima do palco”.

Segundo José Carlos, o convite surgiu pela “própria presidente” da autarquia trofense, Joana Lima, que esteve presente na primeira apresentação em Santiago de Bougado, nos dias 29 e 30 de dezembro, pois deve ter achado que a peça tinha “bastante interesse” e “alguma qualidade” para “não ficar apenas em Santiago de Bougado” e ser mostrada em “outras ocasiões”.

As expectativas para esta apresentação são “sempre elevadas”, com “os nervos” à mistura, pois não sabem que “valor” é que as pessoas podem dar ao trabalho. Além disso, a associação sente “responsabilidade” por desconhecer o número do público presente, e, ao mesmo tempo, “tranquilidade”, por a primeira apresentação ter corrido “lindamente bem”.

José Carlos acredita que as pessoas vão ter “uma surpresa enorme”, até porque também os elementos da associação ficaram “surpreendidos” com “o efeito final” da peça. “Quem for ver que apareça, porque não se vai arrepender nada de ver uma hora de um trabalho que para mim tem um resultado excecional”, concluiu.

A peça de teatro tem entrada livre e está inserida na iniciativa Semana da Juventude 2013, que está incluída no projeto de dinamização e Requalificação Urbana dos Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro, abrangido pela Candidatura ao Programa de Ação (PRU/2/2008) – Grandes Centros”, no âmbito do instrumento de Política “Parcerias e Regeneração Urbana”, inscrito no Eixo IV – Qualificação do Sistema Urbano do Programa Operacional Regional do Norte, na Operação 4- Apoio e Ação Social, Promoção de Saúde e Desporto.