Quando o O Notícias da Trofa me solicitou um texto de opinião para perspetivar o novo ano de 2020 e os desafios que poderão advir para o nosso Concelho, pensei antes de mais naquilo que todos nós desejamos para o novo ano. Saúde, trabalho, educação para os nossos filhos, repouso merecido e qualidade de ocupações para os nossos pais ou avós, prosperidade das nossas famílias e sobretudo que, com isso, sejamos felizes.

Esta felicidade decorre de opções e ações nossas, de cada um, mas também de todo o ambiente envolvente. Desde a nossa própria família, à empresa onde trabalhamos, à escola onde estudam os nossos filhos ou netos, às instituições que recebem os nossos mais seniores, até às entidades que cuidam do interesse comum, tudo conta.

Em várias áreas de atividade, a Trofa tem-se revelado ao longo dos anos com dinâmicas muito fortes, quer seja ao nível económico, com um tecido empresarial muito ativo e que carateriza muito bem o espírito empreendedor das nossas gentes, até ao nível social com iniciativas relevantes que procuram responder às diversas necessidades.

Na área da educação, temos uma oferta diversa e qualificada que tem produzido resultados positivos na qualificação de várias gerações.

Com tudo isto, e apesar de termos várias infraestruturas básicas e equipamentos de serviço às pessoas, há algumas áreas que necessitam de especial atenção.
Desde logo, um maior equilíbrio na distribuição dos equipamentos de serviços pelo território. Há freguesias que estão dotadas de vários equipamentos de serviços, públicos, associativos ou privados, e outras nem por isso. O nosso Concelho até pela geografia que apresenta, pode e deve ser mais equilibrado sob este ponto de vista.

Assim, um dos grandes desafios que se apresenta para o próximo ano é o de encontrar formas de governação mais próximas das populações, que possam defender o interesse de cada freguesia em particular, com respeito pela sua identidade, cultura e história. O objetivo legítimo que várias freguesias têm vindo a manifestar pela recuperação da sua autonomia administrativa, é no meu entender a medida certa para reequilibrar a estrutura de poder, ajudar a gestão municipal e defender de forma próxima os interesses das pessoas e dos respetivos territórios. 2020 vai ser um ano crucial para se resolver este tema, que considero de grande relevância para o nosso Concelho.

Um outro desafio tem a ver com as questões de mobilidade que nos afetam quotidianamente. A Câmara Municipal tem procurado, a meu ver bem, encontrar formas de resolução para algumas das questões que nos tocam. O projeto recente de criação de sinergias entre a Trofa, Famalicão e Santo Tirso para se encontrar uma resposta conjunta para o problema dos transportes públicos é uma boa medida e digna de realce. Mas há situações que estão para além do poder direto de intervenção da própria Câmara, como é o caso da construção da Variante à EN14. É um projeto da esfera do Governo e seria bom que, de uma vez por todas, tivesse uma solução capaz de servir o nosso Concelho e em particular a Cidade da Trofa.

Acredito que este novo ano possa ser decisivo para a concretização desta obra tão necessária.

Finalmente, algo que nos vai encher a todos de orgulho. 2020 vai trazer o inicio da construção dos Paços do Concelho. Depois de muitas dificuldades e obstáculos vencidos, a obra vai mesmo arrancar para satisfação de todos os munícipes. Não vou discutir questões relacionadas com a sua localização, pois já houve tempo para essa discussão, mas sim a importância e significado que esta obra terá para o Concelho. É o cimentar da nossa autonomia e será uma marca na história da Trofa.

Temos de aproveitar esta alavanca qualificadora para o nosso Município e motivarmo-nos enquanto comunidade para fazermos mais e melhor.

2020 será pois, um ano de vários desafios para o nosso Concelho. Faço votos que esses desafios sejam reais oportunidades de vermos a Trofa cada vez melhor e que os progressos coletivos sejam acompanhados do sucesso das empresas, das nossas famílias e cada um em particular.

Um Excelente Natal e um próspero e feliz Ano Novo de 2020 para todos os trofenses. Votos para que a nossa Trofa entre numa nova década de afirmação e de progresso.