Como tinha vencido a Taça concelhia, a equipa sénior feminina do Núcleo do Sporting da Trofa assegurou presença na Supertaça. O jogo foi equilibrado, mas com muitas oportunidades de golo, que não se materializaram. O “nulo” no marcador persistiu até ao fim do tempo regulamentar e, sem direito a prolongamento, as equipas tiveram de decidir a partida através da marcação de grandes penalidades. Aí, o Núcleo do Sporting teve mais pontaria certeira, marcando todos os penáltis, enquanto o Lamelas viu o segundo e o quarto defendidos pela guarda-redes trofense Nélia Magalhães.
No fim do jogo, a Associação de Futebol Popular de Santo Tirso atribuiu os prémios relativos a toda a competição feminina. Enquanto o Núcleo do Sporting ficou em 3.º – perdeu a liderança a dois minutos do fim do último jogo -, a outra equipa da Trofa, o Guidões Futebol Clube, ficou em 7.º lugar.
“Depois de um ano sem competir, o Núcleo do Sporting entrou no campeonato de Santo Tirso, onde ganhou a Taça concelhia, disputou o campeonato até ao último jogo, deixando fugir a vitória a dois minutos do fim, e ganhou a Supertaça e o troféu de melhor defesa. Teve uma época bastante produtiva, fruto de muito trabalho diário e contou com pouco apoio financeiro, pois só duas empresas ajudaram, mas pouco, em relação as despesas totais, cabendo à equipa técnica Pedro Andrade e Pedro Silva os custos do aluguer do pavilhão desportivo para os treinos”, afirmaram os técnicos ao NT.
Face aos “bons resultados”, os responsáveis da equipa esperam “ter mais possibilidade de conseguir mais apoios” para a próxima temporada.