Dia de chuva tornou-se, quase, sinónimo de descarga em Lantemil, Santiago de Bougado. Foi o que aconteceu, esta segunda-feira, mais uma vez, junto ao picadeiro da Quinta de S. Jorge.

Em fevereiro, o NT dava conta de uma descarga ilegal de tinta feita em tempo de chuva. Curiosamente, ou não, o cenário repetiu-se, com o mesmo estado atmosférico. É o modus operandi destes criminosos ambientais, que têm atentado contra a saúde do ribeiro de Lantemil, que corre em direção ao curso do Rio Trofa.

Segundo um dos responsáveis do picadeiro, o caso foi, mais uma vez, reportado ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), da Guarda Nacional Republicana.