A alegrar a tarde de domingo no Trofashopping estiveram cinquenta mascarados, que participaram no já habitual Concurso de Carnaval promovido pelo único shopping organizado do concelho.

As fantasias de carnaval invadiram o Trofashopping, com o desfile de cinquenta mascarados que alegraram a tarde do dia 3 de Fevereiro.

"É sempre uma forma de nos divertirmos, de passar uma tarde agradável e confraternizar", afirmou Maria João Pontes, responsável pela organização do evento.

Para além dos cinquenta mascarados, dezenas de pessoas assistiam também a este concurso que já se realiza há nove anos. Contudo para a responsável "é uma pena que as pessoas se fantasiem e depois não se queiram inscrever", afirmou.

Apesar dos envergonhados, ainda existem aqueles que se inscrevem e desfilam com os fatos que preparam ao longo de algumas semanas, especialmente para este concurso carnavalesco. Das Chinesas, damas antigas, sevilhanas, palhaços, zorros, príncipes ou princesas, os que mais se destacaram levaram para casa prémios no valor total de 500 euros em compras nas lojas do shopping.

O juri, este ano foi constituído por Maira Costa, representante dos lojistas do Trofashopping, José Mesquita Guimarães, representante do Jornal da Trofa, Isabel Pereira, representante do Jornal O Notícias da Trofa e Rita Peneda, representante da Câmara Municipal da Trofa.

A decisão não foi fácil, dada a "qualidade elevada dos fantasiados" que aprimoraram as suas roupas e acessórios até ao mais pequeno pormenor, referiu Maria João Pontes. E em quinto lugar ficou a pequena Ana Costa, mascarada de moranguinha, que levou para casa o prémio no valor de 60 euros. O quarto lugar, o pirata Rodrigo Silva, levou para casa o prémio no valor de 90 euros.

As três fantasias a merecer a pontuação máxima do juri disputaram os três primeiros lugares do pódio e em terceiro lugar ficou Maria Leal Pereira, que com a fantasia de sevilhana rica, ganhou um prémio no valor de 125 euros. Em segundo lugar ficaram as irmãs toureiras Tatiana e Érica, que receberam um prémio no valor de 150 euros. E em primeiro lugar, não só pela qualidade dos fatos, mas também pelo à vontade perante o público, ficou um casalinho de noivos, Rodrigo Cruz e Joana Filipa, que receberam um prémio no valor de 175 euros.

Sandra Duarte, mãe da Joana Filipa, à conversa com o NT referiu que os fatos do pequeno casal "já estavam a ser confeccionados há duas ou três semanas pelas avós", adiantando ainda "estou muito satisfeita, penso que a atribuição do prémio foi muito justa", concluiu.

No próximo ano o Trofashopping volta a abrir as portas aos mascarados para mais uma tarde de folia onde a boa disposição e originalidade são rainhas.