quant
Fique ligado

Ano 2007

Musica et Tempora actuou na Capela Nª Sra das Dores

Publicado

em

Musica et Tempora protagonizou um concerto na Capela Nossa Senhora das Dores, onde interpretou obras de relevo dedicadas a Maria. Apesar das condições de actuação não terem sido as melhores, as artistas ficaram agradadas com o entusiasmo do público, num dos primeiros dias das festas da cidade da Trofa.

  Rita Crespo e Isabel Calado deram um concerto de música sacra na Capela de Nossa Senhora das Dores, no dia 12 de Agosto, carimbando a segunda actuação do Musica et Tempora na Trofa.

Isabel Calado, em entrevista ao NT, referiu que o convite para a actuação surgiu "por parte do pároco Luciano Lagoa e vice-presidente da autarquia trofense, António Pontes, grandes entusiastas da música antiga. Não foi a primeira vez que actuamos na Trofa, já em Dezembro demos um concerto na bela igreja matriz, também a convite do Padre Luciano".

Formado por dois elementos, Rita Crespo, soprano e Isabel Calado, cravo e orgão, o Musica et Tempora valoriza o  repertório para voz e instrumentos de tecla dos séculos XVII e XVIII de acordo com as actuais correntes "historical informed player".

O repertório de Musica et Tempora inclui "obras compostas durante um período da História da Música Ocidental muito prolífero e com cerca de 200 anos de duração. Interpretamos uma vasta gama de estilos e géneros musicais, repertório sacro e secular dos períodos renascentista, barroco, galante e pré-clássico das várias escolas europeias mais representativas, nomeadamente italiana, ibérica, alemã, francesa e inglesa", referiu Isabel Calado, acrescentando que "todos os concertos têm um tema e são comentados" e exemplificou que em Dezembro, "na Igreja Matriz de S. Martinho de Bougado interpretámos obras de compositores italianos, portugueses e alemães com o objectivo de clarificar uma perspectiva sobre a origem do drama musical e a sua evolução nos estilos que hoje reconhecemos como oratória, cantata e lied. Já o concerto do passado domingo na Capela de Nossa Srª das Dores foi inteiramente dedicado ao repertório sacro de compositores italianos ou ibéricos com marcada influência italiana com especial relevo a obras dedicadas a Maria".

A artista frisou ainda a beleza ímpar da capela de Nossa Senhora das Dores e defendeu que era "um local magnifico para a realização de mais iniciativas deste género. É certo que o concerto decorreu sob condições algo atípicas se compararmos com o que habitualmente ocorre em concertos deste género. Normalmente são pautados pelo silêncio envolvente o que foi manifestamente impossível conseguir pela proximidade das diversões típicas desta ocasião. Desse ponto de vista foi bastante difícil manter a concentração, mas quer o local em si (a Capela), quer as palmas calorosas do muito público presente deixaram-nos profundamente agradadas", frisou.

 

Publicidade

"Uma viagem no tempo através do som"

Fundado em 2005, o Musica et Tempora, privilegia o repertório vocal e para tecla de finais do século XVII e século XVIII. Proporcionar aos ouvintes uma viagem no tempo através do som é o objectivo de Rita Crespo e Isabel Calado.

Natural de Lisboa, Rita Crespo, fez o exame de Canto do Conservatório em 2003 e é aluna finalista na Escola Superior de Música de Lisboa. Já participou no III Curso de Música Antiga da ESMAE e em 2002 estreou-se com o grupo Camerata Fiorentina – um projecto teatrico-musical que consiste na encenação de madrigais italianos do século XVII.

Integrou o elenco da estreia europeia do musical "O último Tango de Fermat", foi convidada para participar como solista na obra ‘Uma Cantata Portuguesa' e em 2006, integrou o elenco da ópera barroca "As Guerras de Alecrim e Manjerona".

Isabel Calado iniciou o estudo do Cravo no Conservatório de Música do Porto e concluiu a licenciatura em Cravo na Escola Superior de Música de Lisboa com uma classificação elevada.

Apresentou-se em diversos pontos do país como solista e integrada em grupos de música de câmara e orquestras, participando, posteriormente na Scarlatti Marathon (maratona na qual se interpretou a integral das obras para tecla de Domenico Scarlatti, a nível mundial). Também fez parte do Júri do Concurso Interno do Conservatório de Música do Porto 2007. Isabel Calado é licenciada em em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e está, actualmente, no último ano da especialidade de Patologia Clínica.

Publicidade
Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Ano 2007

Feliz 2008

Publicado

em

Por

A equipa d' O Noticias da Trofa deseja a todos um ano 2008 muito póspero e recheado de sucesso

 

Continuar a ler...

Ano 2007

Passagem D’Ano em Santo Tirso

Publicado

em

Por

Tal como em anos anteriores a Câmara Municipal de Santo Tirso promove na Praça 25 de Abril a partir das 22 horas do dia 31 de Dezembro e prolongando-se pela madrugada do primeiro dia de 2008, a Festa de Passagem d´Ano.

(mais…)

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);