“Pedagogia e Pedagogos em Portugal: dos fins do século XIX ao último quartel do século XX”. É este o tema de mais um ciclo de conferências promovido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão através do Museu Bernardino Machado, que está localizado no palacete Barão de Trovisqueira, no centro da cidade.

A primeira conferência é já no próximo dia 25 de Janeiro, pelas 21h30, e conta com a presença do Professor António Sampaio Nóvoa, Reitor da Universidade de Lisboa, que vai debater o tema “A pedagogia do século XX ainda serve para alguma coisa?”.

Este ciclo de conferências ficará, de resto, marcado pela presença de prestigiados convidados, na área da pedagogia. Para além de António Sampaio Nóvoa prevê-se ainda a participação de nomes como Norberto Ferreira da Cunha, João Esteves, Sérgio Campos Matos, Cristiana Soveral, José Marques Fernandes, Jorge Ramos do Ó ou a de Luís Andrade Crespo, os quais debaterão temas como, por exemplo, Bernardino Machado Pedagogo (Norberto Cunha), A Educação Nova (Henrique Figueira), A Educação das Mulheres na I República (João Esteves), António Sérgio Pedagogo (Sérgio Campos Matos), A Educação Nacionalista sob o Salazarismo (Jorge Ramos do Ó), entre outros.

Este é já o VI Ciclo de Conferências promovido pelo Museu Bernardino Machado, depois dos ciclos “Os Presidentes da República” (2003 a 2005), “Lutas Académicas” (2006 a 2008), “As Grandes Questões da I República” (2011) e “A Maçonaria em Portugal” (2012).

Recorde-se que não é a primeira vez que o Museu Bernardino Machado debate as questões pedagógicas em Portugal: tal aconteceu em 2005, nos Encontros de Outono com a temática “Pedagogia em Portugal”, no qual teve a presença de personalidades como Rogério Fernandes, Zília Osório de Castro, Manuel Ferreira Patrício, Cristiana Soveral, Cândida Proença, João Freire ou a de Acílio Estanqueiro da Rocha. O VI Ciclo de Conferências encontra-se acreditado pelo Centro de Formação Científica, para os professores das disciplinas de História, Filosofia e Sociologia.