As festas em honra do S. Pantaleão, Muro, já estão a ser ultimadas. As festividades começam nesta sexta-feira, dia 27 de julho, e prolongam-se até domingo.

As festas em honra de S. Pantaleão, no Muro, estão a ser preparadas desde o ano passado, para que nos dias das festividades nada falhe. Para que fosse possível elaborar o programa das festas, a comissão colocou pés a caminho e andou de porta a porta a fazer um peditório, para angariar as verbas necessárias. Gil Oliveira, membro da comissão, afirmou que a comunidade murense continua a aderir, agradecendo pelo apoio prestado, sem esquecer os lugares de Ribeiro e S. Roque, que apesar de pertencerem à freguesia de Alvarelhos, também contribuíram para a realização das festas. Também o apoio dos patrocinadores, Câmara Municipal da Trofa e Junta de Freguesia do Muro ajudou a sua preparação. 

O programa tem início na sexta-feira,pelas 20 horas, com uma missa, seguindo-se a atuação do Ruizinho e a sua banda, pelas 21.30 horas. Já no sábado, além da missa pelas 20 horas, haverá a atuação do grupo Milénio, pelas 21.30 horas, que fará um intervalo pela meia noite, para uma sessão de fogo de artifício, continuando, de seguida, o seu espetáculo.

No domingo, depois da missa na Igreja Matriz, pelas 8 horas, há a atuação da Banda de Música S. Pedro da Cova. Já às 11 horas, realiza-se a missa em honra de S. Pantaleão, na capela do padroeiro. À tarde, pelas 15 horas, decorre um festival de folclore, que conta com a atuação do Rancho S. Pedro de Avioso, Rancho S. Cosme de Gemunde e do Rancho Divino Espírito Santo, de S. Mamede do Coronado. O programa de festas encerra com a procissão em honra do padroeiro, pelas 17 horas.

Já na quarta-feira, 25 de julho, a freguesia do Muro recebeu a festa em honra de S. Cristóvão que, além da missa em honra do padroeiro, contou com a atuação do Rancho Folclórico de Alvarelhos e do Danças e Cantares de Mafamude.

 {fcomment}