“A viagem correu lindamente! Tivemos a oportunidade de conhecer alguns dos maiores tesouros da Humanidade junto de amigos, vizinhos e familiares. Foi muito bom”. Foi desta forma que o executivo da Junta de Freguesia do Muro contou como correu a viagem de “um grupo de 38 pessoas até Roma”.
A viagem foi organizada pela Junta de Freguesia com “um ano de antecedência e aberta a “outras pessoas do concelho”. Recorde-se que a viagem estava marcada para os dias 1, 2, 3 e 4 de maio, mas por causa da greve dos pilotos da TAP, transportadora área portuguesa, foi “adiada para setembro”.
O presidente da Junta de Freguesia do Muro, Carlos Martins, afirmou ao NT que a viagem “correu muito bem” e que “as pessoas ficaram muito satisfeitas”. “Foi bonito ver o património daquela cidade. Corremos os principais pontos de atração, desde o Vaticano, às ruínas e ao Coliseu. Foi uma satisfação total para todas as pessoas que foram”, referiu, acrescentando que “as mesmas pessoas que eram para ir em maio foram as mesmas que foram agora”.
Carlos Martins explicou que esta iniciativa “não teve nenhum custo nem beneficio para a freguesia”, tendo esta sido uma forma de “as pessoas com mais dificuldades e que gostariam de ir a Roma terem a oportunidade de ir, pagando a prestações”.
O presidente deixou um “agradecimento especial às pessoas que foram”, porque foram “muito ordeiras e seguiram todos os procedimentos e tudo o que era desejado”.