Fundação Mundos de Vida teve luz verde para alargar a rede de acolhimento familiar ao distrito do Porto. Com sede na Trofa, o serviço vai abranger os concelhos da Trofa, Santo Tirso, Maia, Vila do Conde e Póvoa de Varzim.

Natal é tempo de dar e receber, mas também tempo de reflectir e de sonhar. Na Mundos de Vida o Natal faz-se de sonhos tornados realidade e as histórias querem-se com um final feliz, como a do Bruno que encontrou um novo lar junto da Fátima, com quem vai viver na Póvoa de Varzim. Esta é a história da primeira família da nova geração de famílias de acolhimento, agora alargada ao distrito do Porto. Feliz coincidência ou não, Fátima conheceu o Bruno na Mundos de Vida, no Natal do ano passado. Um ano depois, o laço que os une é tão grande como a felicidade de agora formarem uma nova família. “Eu vim cá e conheci o Bruno, saímos algumas vezes e foi surgindo uma empatia muito grande entre nós. Agora estamos aqui, vamos viver os dois juntos e ser felizes”, conta Fátima, em declarações ao NT/TrofaTv.

mundos-de-vida

Foi com grande emoção que Idália Moniz testemunhou o nascimento da primeira família de acolhimento da nova rede. A Secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação fez questão de estar presente na Festa de Natal da casa que já conhece muito bem. “A Fátima está certamente a abrir o seu coração e os seus braços para dar um grande abraço ao Bruno, mas também a todos nós, porque ser família de acolhimento, ter disponibilidade para acolher de forma transitória uma criança, é um acto de grande nobreza”, considerou, em entrevista ao NT/TrofaTv.

Nova rede terá sede na Trofa

Com o protocolo assinado entre a Fundação Mundos de Vida e a Segurança Social, o distrito do Porto fica agora contemplado com uma nova rede de acolhimento familiar, que vai estar sedeada na Trofa, junto à Loja Social, em S. Martinho de Bougado. “O serviço vai prestar apoio a todas as famílias e crianças em situação de dificuldade social, que precisam de ser acolhidas numa família, nos concelhos da Trofa, Santo Tirso, Maia, Vila do Conde e Póvoa de Varzim”, adiantou ao NT/TrofaTv Manuel Araújo, presidente da Mundos de Vida. E porque o Natal apela à união, a Mundos de Vida lembra a importância de aumentar as famílias de acolhimento e às 40 famílias que já existem, a fundação quer somar mais vinte. “Precisamos de mais famílias de acolhimento, uma boa família de acolhimento é uma família rara, sobretudo nesta quadra devemos realçar o papel insubstituível que uma família de acolhimento faz”, sustentou Manuel Araújo.

Para Idália Moniz o acolhimento “não é uma via para adopção”, mas a Secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação vê na história da Fátima e do Bruno um possível futuro familiar. “Quem sabe se neste primeiro gesto da Fátima não estará um ponto de partida para que, no âmbito daquela que é a lei da protecção, se possa encontrar uma nova forma para que também o Bruno tenha uma nova família”, referiu.

E foi em família que os utentes da Mundos de Vida assinalaram a Festa de Natal da fundação, que juntou crianças, adultos e seniores no passado sábado. Para além de um espectáculo musical, encenado a rigor, foi ainda apresentado o novo projecto “Web-Família”, lançado pela Mundos de Vida para aproximar os utentes dos seus familiares que não podem visitá-los com frequência. O primeiro teste coube a um dos utentes seniores que, à distância de um clique através do Messenger, pôde desejar um Feliz Natal à sua neta que vive em França.