O Ministério Público acusou cinco elementos da organização do Rally Sprint Guimarães e o mecânico do carro que se despistou na prova e matou três pessoas, duas delas esposa e filho do piloto trofense Joaquim Maia.

Leia a notícia completa na edição 616 do jornal O Notícias da Trofa, nas bancas até 5 de março.