O Moreirense venceu hoje o Trofense (4-1), que chegou a estar em vantagem, num encontro da sétima jornada da Liga de Honra em futebol que terminou com 10 jogadores de cada lado.

Reguila fez o único golo dos visitantes, de grande penalidade, aos 26 minutos, mas castro (35), Wagner (40) e Fábio Espinho (79 e 84) viraram o resultado a favor dos vimaranenses.

Numa partida entre clubes que partilhavam a pontuação na tabela classificativa – ambos tinham oito pontos -, as surpresas começaram cedo a determinar o curso do marcador.

Primeiro, a equipa de António Sousa – que pouco fez na primeira parte, tendo-se remetido à defesa da sua grande área – chegou ao golo por intermédio de Reguila. O avançado converteu uma grande penalidade muito duvidosa, aos 25 minutos, a castigar eventual falta de João Vicente.

Por esta altura, e já desde os 15 minutos, o Trofense jogava em desvantagem numérica, devido à expulsão, com cartão vermelho direto, de David. O árbitro Rui Silva considerou que o defesa trofense emprestado pelo FC Porto tinha travado em falta o brasileiro Wagner, que seguia isolado para a baliza.

A polémica dentro do campo e os ânimos exaltados nos bancos de suplentes e nas bancadas continuaram com o “capitão” minhoto, Castro, no centro das atenções. Depois de empatar a partida, através de um remate cruzado pela direita (35 minutos), foi expulso (37), alegadamente por ter agredido Zé Manel.

Repondo alguma justiça no marcador, Wagner ainda conseguiu virar o resultado antes do intervalo, ao marcar o segundo golo dos locais, aos 40 minutos.

Na segunda parte, os homens de Jorge Casquilha mantiveram-se no comando dos acontecimentos, mas o guarda-redes Marco esteve bem ao defender os remates de Wagner (58 minutos) e de Bruno Moreira (70). Já Ricardo Andrade, apenas teve de se aprumar quando Gilmal (75) tentou de longe.

 

Aos 79 e 84 minutos, Fábio Espinho completou bem os passes de Wagner e fez o terceiro e o quarto golos, respetivamente, sentenciando a partida.

Jogo no Parque de Jogos Comendador Joaquim Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Moreirense – Trofense, 4-1.

Ao intervalo: 2-1

Marcadores:

0-1, Reguila, 26 minutos (grande penalidade).

1-1, Castro, 35.

2-1, Wagner, 40.

3-1, Fábio Espinho, 79.

4-1, Fábio Espinho, 84.

Equipas:

– Moreirense: Ricardo Andrade, Chico, Miguel Oliveira, Ricardo Fernandes, João Vicente, Bru (Filipe Gonçalves, 34), Castro, Fábio Espinho (Robson, 87), Tiago Carneiro (Pintassilgo, 73), Wagner e Bruno Moreira.

(Suplentes: Ricardo Ribeiro, Pinto, Filipe Gonçalves, Luís Pinto, Jéremie, Pintassilgo e Robson).

– Trofense: Marco, David, Santos, João Pereira, Pedro Araújo, Dinis, Crivellaro (Pedro Santos, 26), Edú, André Carvalhas, Zé Manel (Gilmar, 67) e Reguila (Gilmar, 73).

(Suplentes: Trigueira, Fortes, André Viana, Janderson, Pedro Santos, Gilmar e Feliz).

Árbitro: Rui Silva (Vilas Real).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Vicente (25), Pedro Santos (32), Dinis (57) e Ricardo Fernandes (65). Cartão vermelho direto para David (15) e Castro (37).

Assistência: Cerca de 1500 espectadores.