O conto vencedor do concurso Literário Lusófono da Trofa serviu de mote para o novo espetáculo dos Meninos Cantores do Município da Trofa. Pequenos cantores sobem ao palco a 19 de novembro

A aventura de Martinho e Elias, que procuram o pequeno Amílcar, a única pessoa no mundo capaz de consertar tudo, foi o mote para o novo espetáculo dos Meninos Cantores do Município da Trofa (MCMT), agendado para 19 de novembro, dia de aniversário do concelho.

O espetáculo inspirado no conto vencedor do Concurso Literário Lusófono da Trofa – Prémio Matilde Rosa Araújo, de Mário João Alves, está a ser preparado com todo o afinco pelos pequenos intérpretes e ensaiado com alma e coração pela maestrina Antónia Serra.

Para além de ouvir a Carolina a contar, com todo o engenho, a história “Amílcar, o consertador de búzios calados”, o NT espreitou um ensaio deste grupo que trabalha para que o próximo espetáculo seja mais uma página gloriosa deste projeto que tem já 12 anos.

A oportunidade de ver a história sair das páginas de um livro para uma pauta surgiu da vontade de Mário João Alves. “Na altura em que o vencedor veio receber o prémio ouviu os meninos e como ele é músico comprometeu-se a compor sobre esta obra. Eu fiquei entusiasmada, porque não é todos os dias que temos um compositor a escrever para nós”, frisou Antónia Serra, maestrina dos MCMT.

O espetáculo que está a ser preparado, está integrado no programa de comemoração do 13º aniversário do concelho da Trofa, e apesar de ser uma “obra extremamente difícil”, os ensaios “estão a correr muito bem”. “É muito contemporânea, tem sons muito estranhos, mas para as crianças é fácil desde que haja muito trabalho. Elas gostaram muito da história”, explicou.

Este espetáculo assemelha-se ao que os MCMT apresentaram há cerca de dois anos, “Os Anjos do Pijama”, baseado na obra de Matilde Rosa Araújo. “Os meninos começaram por cantar Lopes Graça há 12 anos e quem o faz, faz qualquer compositor”, frisou a maestrina.

Para além do espetáculo do Amílcar, os Meninos Cantores estão a preparar outro trabalho para apresentar em Roma, a 18 de dezembro. Trata-se de “um programa de música sacra” com uma “missa em gregoriano”, o que torna mais complexa a missão dos Meninos Cantores que, num espaço de dois meses, apresentarão dois registos distintos.

Para quem nunca ouviu os Meninos Cantores, o espetáculo que será apresentado no dia 19 de novembro é uma boa oportunidade para conhecer este projeto. Antónia Serra deixa o apelo: “Espero que as pessoas corram para ver o concerto, que será o único, a não ser que a Câmara agende outro evento. Gostava muito de ver a sala lotada”.

 

{fcomment}