O Médico Castro Lopes participou este sábado numa conferência, subordinada à temática Acidente Vascular Cerebral – AVC, organizada pelo Núcleo da Trofa da Cruz Vermelha, com apoio da Câmara Municipal da Trofa e na qual participaram mais de 300 pessoas de todas as idades.

 

O AVC não escolhe idades e por isso cerca de 300 pessoas de todas as faixas etárias, encheram o Salão da Junta de Freguesia de S.Martinho de Bougado para ouvir falar dos grupos de risco, das causas e das consequências de um Acidente Vascular Cerebral.palestra-avc.gif

A iniciativa contou com a presença de Castro Lopes, neurologista e presidente da direcção da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) e de Cristina Arteiro, nutricionista e Docente da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP).

O AVC é a doença neurológica que melhor pode prevenir-se, mas mesmo assim é a principal causa de morte em Portugal. Os mais afectados por esta doença são os idosos, hipertensos e diabéticos e os sintomas são geralmente ignorados pelos portugueses.

A hipertensão, a diabetes, o colesterol elevado, o sedentarismo e o tabagismo são os principais factores de risco desta doença.Para evitar estas situações de risco, serão abordados nesta palestra alguns métodos de prevenção desta doença tais como uma alimentação saudável e a prática de exercício físico.