Apesar do mau tempo que se fez sentir no passado fim-de-semana, as festas em honra a S. Gonçalo, em Covelas, contaram com uma adesão significativa da população, com a habitual romaria à Capela de S. Gonçalo como manda a tradição, a pé, a cavalo e até de bicicleta.

De 23 a 26 de Janeiro, Covelas foi palco das tradicionais festas em honra de S. Gonçalo, que marcaram o início das romarias do ano no concelho da Trofa, atraindo centenas de pessoas à Capela para cumprirem as suas promessas.

Entre os vários peregrinos que no domingo rumaram à capela do santo casamenteiro, encontravam-se 31 elementos da terceira secção do Agrupamento 94 de Escuteiros da Trofa. “Aproveitamos a tradição popular de deslocação a S. Gonçalo em romaria ao santo e fazemos as nossas actividades, de índole física e cultural para dar aos miúdos algum alento, uma distracção, uma brincadeira, aproveitando o convívio com o resto da população”, explicou Pedro Silva, chefe da terceira secção do agrupamento. E porque “acampar com chuva só mesmo um escuteiro”, nem o mau tempo comprometeu a motivação do grupo. “Nunca desmotiva, são actividades que temos prolongadas ao longo do ano e com certeza que não íamos falhar, só mesmo se viesse uma chuva torrencial, mas como vimos que havia a possibilidade de chegar aqui só com algumas pingas em cima, decidimos arriscar”, contou Pedro Silva. Segundo o chefe, a viagem demorou entre uma hora e meia e duas horas “a passo de passeio”. “O terreno não ajudava para andarmos em correrias”, justificou.

s-goncalo-09-(105)

Apesar do tempo chuvoso, o balanço da edição de 2009 das festas de S. Gonçalo foi positivo, de acordo com a comissão de festas. “Mediante o tempo que tem estado, tem aparecido bastante gente”, afirmou Rui Marques, um dos elementos da comissão. De acordo com o responsável, devido às condições meteorológicas, a agenda recreativa da festa teve mesmo de sofrer alterações. “O programa de sexta-feira ficou agendado para sábado às 21 horas” porque “não havia condições para actuar”, explicou Rui Marques.

Satisfeito com a habitual adesão à festa do santo casamenteiro, Fernando Moreira, presidente da Junta de Covelas, congratulou-se com mais uma edição da festa, caracterizada pela caminhada a pé ou a cavalo, pelos doces, figos e tasquinhas, sempre muito concorridas para comer e ainda beber o tradicional vinho sem restrição. “Está frio e chuva, mas está a correr pelo melhor, com muito pessoal a visitar o santo da freguesia de Covelas”, considerou o presidente da Junta. “Toda a gente gosta de vir beber e comer e sempre com muita animação”, afirmou, lembrando que “é uma festa que já se realiza há muitos anos” e por isso “o S. Gonçalo em Covelas tem o seu nome”. Fernando Moreira garantiu ainda que “vai continuar sempre a apoiar a festa” porque “é contra que se acabe” com a mesma.

Este ano o programa das festas em honra de S. Gonçalo primou pela variedade, com a tradicional animação de cariz folclórico, a actuação do grupo America Show, da Banda de Música de Celorico de Basto, dos Zés Pereiras “Juventude em Força” de S. Mamede Coronado e do grupo Irmãos Leais, no último dia da festa.

{flvremote}http://trofa.otos.tv/videos/s_goncalo.flv{/flvremote}