Uma “boa dose de animação” foi o principal ingrediente da festa de Carnaval que o grupo de jovens Juventude Sem Fronteiras (JSF) do Muro preparou para a noite de segunda-feira, 16 de fevereiro.
“O Centro Paroquial do Muro abriu, uma vez mais, as portas às palhaçadas, aos balões, às serpentinas e, claro, às gargalhadas da população”, contou o grupo de jovens, que referiu que a “festa primou pelo envolvente clima acolhedor, que manteve o público cativado até ao final da noite”.
As crianças foram as primeiras a participar no concurso de máscaras, “espalhando a sua magia e a enfeitiçarem os júris do concurso com as suas fantásticas máscaras”. Os animados “Palhaços Rodinhas” arrecadaram o 1º prémio, seguidos por uma deliciosa “Salada de Fruta” (2.º) e pelas amigáveis “Fadas do Sol e da Chuva” (3.º).
Seguiram-se os adultos, com as já habituais sátiras, de onde saíram vencedoras as “Irmãs Caridade”, seguidas dos assustadores “Mortos-vivos” (2.º) e da “Mãe do Sócrates” (3.º). Também a Associação de Pais da Escola Básica e Jardim de Infância da Estação foi distinguida com “um prémio especial”, uma vez que divertiu “os presentes com a coreografia dos seus palhaços bailarinos”.
Para a JSF do Muro, a “promessa de uma noite diferente foi cumprida”. “O Grupo de Jovens agradece a todos os que aceitaram esta aventura, levando até si a sua família. Incentivamos a sua presença para o ano que virá”, concluiu.