Durante três noites, a aldeia da Maganha, em Santiago de Bougado, recebe as festas em honra de S. Pedro, que marcam também o 10º aniversário da associação.
Ao contrário dos anos anteriores, na sexta-feira à noite já há festa na Maganha. 
A Associação Recreativa de S. Pedro daMaganha decidiu alargar o programa das festividades, que até agora se limitava ao sábado e domingo, para celebrar o 10º aniversário da coletividade. Este é “o maior orçamento” das festas em toda a existência da Associação, adiantou o presidente António Castro.
O programa “é diferente” do habitual e já na sexta-feira à noite, 29 de junho, a romaria já convida a um passeio até à aldeia, onde mora o santo popular, que guarda a tasquinha, que por esses dias dá garantias de servir petiscos à boa maneira popular. “As expectativas são elevadas. Esperamos que S. Pedro nos ajude com o tempo para que as pessoas apareçam. Como festejamos dez anos, seria importante que as pessoas aderissem”, frisou o representante da associação.
Durante as noites de sexta-feira, sábado e domingo, a aldeia da Maganha floresce com atuações, concertos e atividades. No primeiro dia, após a missa solene, pelas 21.30 horas, os “Jovens Artistas da Maganha” dão o mote para os espetáculos musicais, seguindo-se Domingos Moça, uma hora mais tarde.
Já no sábado, a Banda de Música da Trofa anima as festividades pelas 21 horas, parando apenas para dar visibilidade às marchas populares, cartão de visita da romaria, que saem da Capela de Nossa Senhora do Desterro, por volta das 21.15 horas. A noite encerra com uma sessão de fogo de artifício.
Já a última noite de festejos é dedicada ao folclore. O Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado e o Rancho Paroquial de Guifões (Matosinhos) vão mostrar os costumes de antigamente, a partir das 21.30 horas. O fogo de jardim, por volta das 23.30 horas, encerra a noite e as festividades. Para António Castro, o ponto alto das festas será a noite de sábado. “É aquela onde as pessoas vêm mais. É também altura das marchas de S. Pedro, portanto aí a juventude está toda empenhada”, fundamentou. O presidente da Associação explicou ainda que espera um “resultado positivo” do trabalho empenhado da organização, já que o “dinheiro que sobra” é para aplicar nas já iniciadas obras da sede. Durante o dia de sábado, o agrupamento musical Juventude em Força, de S. Mamede de Coronado, percorre a aldeia a partir das 8.30 horas e no domingo, pelas 16 horas, realiza-se uma corrida de veículos sem motor a que se segue uma atuação d’Os Camilianos, de Seide (Vila Nova de Famalicão). As festas de S. Pedro arrancaram no último sábado, 23 de junho, no Campo Atlético Clube Bougadense, com o tradicional jogo de futebol que opôs casados e solteiros e um concurso de pesca desportiva e terminam no domingo, 15 de julho com um almoço convívio.
Stefanie Correia

{fcomment}