Juventude Socialista da Trofa dinamizou uma caminhada solidária a favor de Inês Reis, jovem romanense que sofre de um tumor raro. Verbas angariadas reverteram na totalidade para a jovem.

Depois de a caminhada marcada para o dia 30 de março ter sido adiada devido às condições climatéricas, a Juventude Socialista (JS) da Trofa marcou nova data para a atividade solidária que visa ajudar a jovem Inês Reis, que sofre de um tumor raro. No domingo, dia 11 de maio, S. Pedro ajudou e mais de uma centena de pessoas deram o seu contributo.

A caminhada saiu do Aquaplace, passando pela Igreja Nova e zona envolvente à estação de comboios, regressando ao Aquaplace, onde decorreu uma largada de balões brancos e cor de rosa.

O presidente da JS Trofa, José Amadeu, referiu que “o dever e o papel dos jovens na sociedade” é “proporcionar a maior ajuda possível” e sensibilizar as pessoas a contribuírem” para estas causas. “Temos que apelar à participação destas atividades de cariz mais social, pois cada vez mais temos conhecimento de casos destes e o que a JS pode fazer, neste caso, é contribuir desta forma, juntando-se a estas iniciativas”, acrescentou.

José Amadeu fez um “balanço positivo” da ação solidária, uma vez que “cada pessoa contribuiu, no mínimo, com três euros”. O donativo angariado foi de “cerca de 500 euros”, que vão reverter na totalidade para a jovem Inês Reis.

A largada de balões, segundo o presidente da JS, serviu “para mostrar à Inês que estamos com ela”.