O curso mais frequente nas opções dos alunos da Trofa é Esecundaria-da-trofa-(2).jpgngenharia Informática sendo a  Universidade do Porto e Instituto Politécnico do Porto, as que receberam 56  por cento dos alunos colocados.

Dos 155 alunos da Escola Secundária da Trofa que apresentaram candidatura ao ensino superior, 123 conseguiram colocação na primeira fase. Este número representa 79 por cento dos alunos que pretendiam entrar no Ensino Superior depois de concluírem o 12º ano no estabelecimento da Trofa.

Quarenta e cinco por cento dos alunos colocados (55) conseguiram entrar na universidade na primeira opção, enquanto 25 por cento (31) se ficaram pela segunda opção e 16 por cento (20) na terceira.

O curso de Engenharia Informática foi o mais frequente nas opções dos alunos da Trofa, no qual entraram nove dos candidatos, que o escolheram como segunda opção. Outros dos cursos que mais atraíram os jovens da Trofa foram Economia, Contabilidade e Administração, Enfermagem, Direito, Educação Básica, Biologia, Engenharia Civil, Gestão, Engenharia Informática e Computação, Engenharia Química e Ciências do Desporto. De referir que apenas dois alunos conseguiram o acesso ao curso de Medicina, ambos na Universidade do Porto, um com média de 18,63 e outro com 18,5 valores.

A Universidade do Minho foi o estabelecimento mais solicitado com 15 colocações, seguindo-se o Instituto Politécnico do Porto (Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto), com 13, o Instituto Politécnico do Porto (Instituto Superior de Engenharia do Porto), com 11, e a Universidade do Porto (Faculdade de Engenharia), com 10. No total a Universidade do Porto receberá, neste ano lectivo, 35 alunos e o Instituto Politécnico do Porto 34. Só nestes dois estabelecimentos se encontram 56 por cento dos alunos da Trofa colocados na primeira fase do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior.

Cátia Veloso