Lions Clube da Trofa comemorou aniversário na presença de amigos e companheiros. Ocasião serviu ainda para que Luís Reis tomasse posse como novo presidente.

Foi durante o jantar do XXXIII aniversário do clube que Susana Moreira cedeu o lugar de presidente do Lions Clube da Trofa a Luís Reis. A festa teve lugar, no sábado à noite e contou com a presença de quase cem pessoas, que fizeram questão de se associar ao momento, entre representantes da autarquia trofense, membros de outros clubes e o Governador do Distrito Múltiplo 115 Centro/ Norte, Carlos Lopes. “Correu tudo muito bem”, garantiu a antiga presidente.

A terminar o mandato de um ano, a “lionista” fez um balanço positivo do trabalho desenvolvido, destacando as ações ligadas à saúde, como “as colheitas de sangue e a recolha de óculos”. Também as ações de sensibilização e de solidariedade relacionada com o projeto internacional do movimento para erradicar a cegueira evitável mereceu destaque no momento de fazer uma avaliação. “As colheitas de sangue e de medula óssea são as meninas dos nossos olhos”, confessou.

Susana acrescentou ainda que movimento Lions “não é só de solidariedade, mas também de amizade entre os seus membros”, por isso a participação em atividades dos outros clubes também foi importante.

Ainda assim, gostaria de ter feito mais: “Havia um ou dois projetos que, eventualmente, gostaríamos de ter levado a cabo, mas de facto, da forma como as coisas se desenrolaram tornava-se complicado estar a exigir ainda mais às pessoas”. “Isto não é um trabalho a tempo inteiro, daí que, dentro do pouco tempo que dispomos e das possibilidades que vamos tendo, fez-se o que foi possível”, acrescentou.

Susana Moreira aproveitou para “agradecer à população da Trofa” e para desejar “as maiores felicidades ao seu sucessor, Luís Reis, que não escondeu que ficou “surpreendido com a nomeação”. “Não estava à espera de ser eleito e este não era um cargo que pensava ocupar tão cedo, embora já tenha tido funções no secretariado do clube”, explicou.

No momento da tomada de posse, o novo presidente espera “dar continuidade ao trabalho que tem sido executado ao longo dos 34 anos de existência do Lions Clube da Trofa em prol da comunidade”. “Para isso irei contar com a dedicação e experiência do companheiro Jorge Machado como secretário e do companheiro Sisenando Costa como tesoureiro. A eles quero agradecer o facto de aceitarem o convite para integrarem a direção e às suas esposas a colaboração e compreensão que manifestaram relativamente às suas decisões. Gostaria de realçar a colaboração que iremos ter do companheiro José Carneiro como responsável pelo pelouro do sangue tendo em conta a sua inexcedível dedicação à causa do sangue e à importância que este pelouro tem para o clube”, acrescentou.

Este “será um ano que decorrerá com alguma descrição”: “Procuraremos envolver todos os companheiros com a sua disponibilidade e nas atividades em que se sintam mais identificadas”.

As atividades do Lions Clube da Trofa sob a presidência de Luís Reis começam em julho, com a participação na ExpoTrofa.

Já no último sábado, o pelouro do sangue promoveu mais uma colheita de sangue, desta vez no Salão Polivalente dos Bombeiros Voluntários da Trofa, destinada aos dadores de sangue de Santiago de Bougado. Compareceram 96 dadores, tendo sido concretizadas 87 recolhas.

{fcomment}