Mais de 130 pessoas marcaram presença no jantar de aniversário do Lions Clube da Trofa, que ficou marcado pela tomada de posse do novo presidente, Henrique Carneiro, e pela admissão do novo sócio, Guilherme Ramos, presidente da Junta de Freguesia de S. Romão do Coronado.

  Henrique Carneiro é o novo presidente do Lions Clube da Trofa. O sucessor de Alberto Fontes tomou posse no dia em que se festejou o 31º aniversário da instituição. A cerimónia e a festa tiveram lugar no restaurante Massaquil, que contou com mais de 130 pessoas, entre companheiros e amigos.

Para além da presença de 12 clubes de vários pontos do país, estiveram ainda presentes o Past Governador Lion do Distrito LD9 de Sta. Catarina – Florianópolis do Brasil e os Rotários de Macaracuay da Venezuela.

Alberto Fontes, presidente cessante, em discurso de despedida fez um balanço do seu mandato, preenchido de "muita entrega e muito trabalho". O responsável sublinhou que não está satisfeito, pelo facto de "a miséria continuar a aumentar, assim como a violência e a fome". Também "a falta de sangue" é um problema que continua por resolver: "Pessoas continuaram a morrer e isso é motivo para nos sentirmos frustrados". Todo o trabalho desenvolvido não deixou de ser "um contributo para fazer face aos problemas sociais com que a humanidade se debate".

Quanto ao novo presidente "vai continuar com o trabalho que vem a ser desenvolvido e incutirá mais dinâmica e mais iniciativas" e não deixará de ter o apoio de Alberto Fontes, que quer manter o estatuto do Lions, a maior Organização Não Governamental do mundo, com uma campanha "muito forte" dirigida à cegueira irreversível.

Alberto Fontes não deixou de agradecer aos órgãos de comunicação social, nomeadamente ao O Notícias da Trofa, "por todo o apoio que deu ao clube", esperando que o clube continue a merecer toda a divulgação feita.

"Dar continuidade ao trabalho já desenvolvido" é o principal projecto da nova direcção do Lions da Trofa, agora liderada por Henrique Carneiro, com vista ao apetrechamento de campanhas de solidariedade social, como as campanhas de sangue, incentivando novos dadores para responder às necessidades dos hospitais.

O novo presidente referiu que é importante "inovar" nalguns aspectos, mas premente é "a captação de novos dadores".

"As necessidades são cada vez maiores, as pessoas necessitam cada vez mais de ajuda, por isso a nossa acção tem que estar sempre activa", sublinhou.

José Jacinto Pereira, governador do Lions do distrito 115 Centro Norte, destacou a campanha do Lions contra a cegueira irreversível, que existe desde 1990. "Com uma campanha que nos primeiros três anos conseguiu angariar cerca de 200 milhões de dólares e ajudou milhões de pessoas, a nossa fundação sentiu necessidade de dar continuidade a este trabalho porque muitos milhões de pessoas foram favorecidas e conseguiram reaver a sua visão com base em todo o trabalho desenvolvido. Além de construir hospitais oftalmológicos, o Lions conseguiu formar pessoal especializado na área e também conseguiu o apoio de muitos laboratórios, que nos forneceram todo o material médico para combater várias doenças".

O Lions da Trofa entregou ao governador um cheque de 1100 euros, que segundo José Jacinto Pereira, "permitirá a 200 pessoas fazer a operação às cataratas".

O jantar ficou também marcado pela admissão de um novo sócio da instituição, Guilherme Ramos, presidente da Junta de Freguesia de S. Romão do Coronado.

A Direcção do ano Lionístico 2008/2009 é formada pelo presidente, Henrique Carneiro, secretário, Sisenando Costa, e tesoureiro, Jorge Machado