Joana LimaJoana Lima, líder do Partido Socialista da Trofa e vereadora da autarquia, associou-se às comemorações dos 10 anos do mais novo concelho do país. Para a vereadora o desenvolvimento apenas chegou ao concelho com o Governo Socialista que impulsionou entre outras obras o Metro, a Plataforma Logística e a Variante Ferroviária.

No dia em que se comemorou a elevação da Trofa a concelho Joana Lima, líder do Partido Socialista da Trofa voltou a referir uma falha do executivo camarário, “a falta de um Plano Director Municipal”(PDM), acusando Bernardino Vasconcelos de ter começado a “construção da casa pelo telhado”.

“O PDM quanto a mim é o documento mais importante para o desenvolvimento estruturado de um município, não sabemos porque é que o PDM não está elaborado. Já devíamos ter esse documento em desenvolvimento, em acção para que pudéssemos definir a nossa estratégia de futuro para a Trofa”, frisou a socialista.

E quanto ao desenvolvimento previsto para os primeiros anos do concelho, segundo Joana Lima houve “um abandono”. “Quem criou o concelho abandonou-o, o PSD que esteve três anos no Governo e nenhuma obra nos atribuiu”, acrescentou Joana Lima.

O metro, a plataforma logística e a variante rodoviária são as mais importantes para Joana Lima, que sustentou: “o Governo socialista olhou para a Trofa com olhos de ver e com olhos de que a Trofa precisava de ter um desenvolvimento sustentado, um desenvolvimento para o futuro que estivesse ao nível do desenvolvimento dos concelhos da área metropolitana do Porto e até dos mais importantes do país”.

Com algumas obras já no terreno, Joana Lima diz já ter visto o seu projecto, enquanto deputada da Assembleia da República: “estive nas estradas de Portugal há duas semanas a ver o corredor e a ver como esse processo estava, e o seu corredor já está praticamente estabilizado”.

No entanto Joana Lima não deixa de estar “satisfeita com os 10 anos do concelho, e sei que a população também, porque o povo da Trofa é um povo bairrista, ou seja, a autonomia para eles é fundamental para o ego”, afirmou.