Câmara Municipal da Trofa convida a comunidade a partilhar livros e revistas, através do projeto “Ler não custa nada, mesmo nada”. Os livros devem ser entregues nos pontos de recolha até ao dia 9 de fevereiro.

“Quem tenha livros em casa e queira ver-se ‘livre deles’ que os entregue Casa da Cultura, nas EB 2/3 Napoleão Sousa Marques, S. Romão e Alvarelhos ou na Escola Secundária da Trofa e depois apareçam para o Mercado de Livros, que decorre de 12 a 18 de fevereiro”. O apelo é de Assis Serra Neves, vereador do pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa, que convida a comunidade a participar no projeto “Ler não custa nada, mesmo nada”.

Este projeto surgiu devido à “situação de crise em que atravessamos” e às “dificuldades” que as pessoas têm em comprar livros. Para participar, as pessoas só têm que se dirigir aos pontos de recolha, acima mencionados, até ao dia 9 de fevereiro, e entregar os livros e revistas que tenham em casa e que já não usem. No local da entrega, as pessoas vão ser desafiadas a deixar “uma dedicatória para o próximo leitor”. A campanha termina com o Mercado de Livros, que decorre na Semana da Leitura, onde “qualquer pessoa possa requisitar e levar o livro para casa”.

Desta forma, a autarquia trofense pretende “incentivar à leitura e à partilha de livros”, pois o estarem “na prateleira não chega”. Esta é também uma ajuda para “quem gosta de ler, mas não tem possibilidade de compra”, pois fica com o livro à sua escolha e sem “qualquer custo”.

 

O vereador do pelouro da Cultura está com boas expectativas quanto a esta iniciativa, pois já têm chegado “alguns livros”. “Penso que vai correr tudo bem. A Semana da Leitura é sempre animada, onde envolvemos também as escolas. Já isto é uma novidade e a primeira vez que estamos a fazer, por isso espero que corra tudo bem e que nessa semana haja uma boa saída de livros”, concluiu.