Os jovens parecem cada vez mais afastados das Festas em honra de Nossa Senhora das Dores. As comissões responsáveis pela organização da romaria querem inverter esta tendência.

Carroceis, pipocas, algodão doce, gelados ou farturas parecem já não ser suficientes para atrair os jovens para as Festas em honra de Nossa Senhora das Dores. E se as crianças deixam a imaginação correr com a iluminação colorida e o brilho dos andores, os mais velhos parecem querer afastar-se das tradições.

Os pais acabam por ter um papel preponderante, ficando com o encargo de convencer os filhos a trocar um dia de praia pelas festas. Mas isso nem sempre é uma tarefa fácil…

…Por isso, as Comissões de Festas que anualmente promovem a romaria mais importante do concelho tentam encontrar novas formas de cativar os jovens, para que a tradição não seja esquecida e as festas não terminem por falta de organizadores.

O ano passado foi dado um importante passo nesta árdua tarefa, com a organização do Festival da Canção da Trofa, que se revelou um sucesso, com a participação de todas as freguesias do concelho.

A comissão de Festas deste ano aproveitou a iniciativa e foi ainda mais longe com a organização do Concurso de Bandas de Garagem. As duas atividades atraíram ao Parque Nossa Senhora das Dores muitos jovens. “Para as festas continuarem, no futuro, temos de chamar a juventude a participar”, reconhece Aníbal Costa, presidente da Comissão de Festas deste ano.

Precisamente por essa razão, o grupo do Paranho fez “essa aposta na juventude com o Festival da Canção e o Concurso de Bandas de Garagem”, que serviram “para mostrar às pessoas que é possível ter várias gerações a conviver em simultâneo e a participar nas festas”.

Esta é uma romaria “tradicional, mas ao mesmo tempo cultural”, com “um valor que à Trofa interessa preservar”.

Sobre as duas atividades realizadas especialmente a pensar nos jovens, Aníbal Costa garante terem

corrido “muito bem”. “Tiveram uma excelente organização e foram um êxito, portanto, penso que serão para repetir”, afirmou.

 

{fcomment}