Membro da Juventude Socialista (JS) há um ano e meio, José Santos é o novo coordenador do núcleo de Covelas. Para o jovem, na freguesia urge a mudança para “deixar de ser um ponto de passagem e ser um ponto de paragem”.

“Um grupo de pessoas tinha a ambição de mudar a sua rua, e juntos vamos criar um projecto, para tentar mudar o mundo, o nosso mundo, a nossa freguesia”. Foi desta forma que nasceu o núcleo da JS de Covelas, formalizado no sábado na presença de várias figuras da juventude partidária nacional e do Partido Socialista da Trofa.

José Santos é “o homem do leme” que tem um novo projecto para Covelas, “um projecto ambicioso e jovem, que ajudará Covelas, a tornar-se um ponto de paragem e deixar de ser um ponto de passagem”.

“Covelas é uma freguesia com um enorme potencial de desenvolvimento, nós temos uma grande área, temos gente que ama a nossa terra, o que é que falta mais? Eu posso dizer, falta a ambição para poder mudar”, acrescentou.

Mas a mudança para Covelas, passa também pela saída do presidente de Junta social-democrata, Fernando Moreira, cujo trabalho desenvolvido na freguesia ao longo de quase 30 anos é “admirado” por José Santos, no entanto “a idade não perdoa”. “Com o avançar da idade, os projectos já não são os mesmos, a ambição já não é a mesma, a vontade já não é a mesma, e as ideias já não são as mesmas, e as pessoas não reflectem o que é melhor para a freguesia.É para mudar isso que nós cá estamos”, garantiu.

Marco Ferreira, líder da JS Trofa também acredita neste projecto, porque “Covelas tem muito para oferecer, tem muito potencial e muito para crescer”. “Com esta JS vamos dar a conhecer potencial de Covelas, e fazer crescer Covelas num futuro muito próximo”, frisou.

Criar uma rede wireless na freguesia, aulas de dança, aulas de música, criar um ATL, criar uma biblioteca itinerante, apostar no desporto ou rentabilizar o estado dos espaços já existentes, são alguns dos projectos deste núcleo da juventude partidária.

E para concretizar todos estes projectos o apoio vem também do Secretariado Nacional da JS. Tiago Barbosa Ribeiro, membro de Secretariado Nacional da JS marcou presença na iniciativa em representação do Presidente da Federação Distrital do Porto da JS, caracterizou o momento da formalização de “especial”, isto porque este é “mais um núcleo que vai aumentar o número de militantes, que vai aumentar a capacidade de intervenção da Juventude Socialista na Trofa” e “criar proximidade com a população”.

O apoio “inequívoco” da JS ao Partido Socialista envaidece Joana Lima, presidente da Comissão Política Concelhia do PS que sabe que os jovens “são os primeiros a dar o seu contributo” nos momentos mais importantes para o partido e para o concelho. Toda esta actividade acaba por trazer responsabilidades que a socialista fez questão de lembrar: “Vamos precisar de vós aqui em Covelas porque nós temos obrigação e vamos ganhar Covelas”.

Também José Luís Moreira, coordenador da Secção da Trofa do partido se mostrou “orgulhoso” com o trabalho desenvolvido pelos jovens e deixou um desejo: “Espero que em Covelas a JS demonstre a força que tem para trabalhar e desenvolver uma dinâmica, que já existe”.

Guidões, Alvarelhos, S. Romão do Coronado, Santiago de Bougado e Covelas já têm núcleos da JS criados. Até ao final do ano nascerão nas restantes três freguesias do concelho novos grupos com a ambição de mudança.