Tiago não gosta de óculos. Não gosta, porque não gosta. Não tem mais argumentos, muito provavelmente porque apenas é movido pela resistência dos jovens a essa realidade. Mas bastou pouco tempo para se resignar, depois de fazer o exame que lhe despistou uma miopia e até se entusiasmou a escolher a armação que o deverá acompanhar por uns bons tempos. O jovem de dez anos foi uma das 20 crianças, oriundas de famílias com dificuldades económico-financeiras, que a Jorge Oculista da Trofa resolveu apoiar no Dia Mundial da Criança.
“Pedimos a ajuda da Câmara para referenciar as crianças com dificuldades visuais. Sabíamos que muitas delas já tinham apresentado queixas na escola e nunca tinham feito um exame de despistagem visual. O que fizemos foi possibilitar-lhes esse exame e fazermos a correção quando surge anomalia visual”, afirmou Daniela Fonseca, gerente da empresa.
Algumas crianças apresentaram já uma anomalia visual significativa, o que atesta a importância de se fazer o exame o mais cedo possível, desde que se nota problemas na visão.
A iniciativa, que também foi promovida em Santo Tirso e em Barcelos, beneficiando um total de 60 crianças, pode passar a ser um dos baluartes da responsabilidade social da Jorge Oculista. “São ações simples e com um grande impacto na comunidade. Vamos fazer uma avaliação do projeto para perceber se existem muitas carências e dar-lhe continuidade, dando também um acompanhamento periódico às crianças”, explicou Danie