Os jogos em que o Trofense participa têm preenchido os lugares cimeiros da tabela de assistência por jornada. Só o jogo em Fátima é que registou a pior assistência. Ao todo, mais de 6500 pessoas viram o emblema da Trofa jogar esta época.

"Mais espectáculo. Mais espectadores". Estes foram alguns dos desejos transmitidos por Hermínio Loureiro, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, para a temporada 2007/2008 e, ao que parece estão a ser satisfeitos pelos jogadores e adeptos. Pelo menos as estatísticas confirmam.

Relativamente ao número de adeptos presentes nos estádios dos clubes da Liga Bwin já ultrapassa os 318 mil, enquanto que na Liga Vitalis os espectadores rondam os 24.700, nas três jornadas realizadas. bancada-trofense.jpg

O Trofense contribui, significativamente, para este número, tendo registado a segunda maior assistência nas duas últimas jornadas, uma em casa com o Gil Vicente (1272 espectadores) e a outra em Vizela (1929).

No entanto o clube da Trofa também foi protagonista do jogo com menos espectadores, na primeira jornada, frente ao Fátima (600). Nesta ronda inaugural o jogo com mais espectadores foi o Vizela-Beira-Mar (1652), na segunda jornada foi o Varzim-Fátima (1724) e na terceira foi o Santa Clara-Gondomar (2086).

Por outro lado os jogos com menos assistências nas primeiras três jornadas foi o Fátima-Trofense (600), Estoril-Vizela (419) e Penafiel-Olhanense (628).

A terceira jornada foi a que registou mais assistência na totalidade dos jogos (9446), mais 29 por cento que na jornada anterior (7295) e mais 16 por cento que na primeira (7951).

Na Carlsberg Cup, o Trofense registou, no seu reduto, 2146 espectadores no jogo com o Vitória de Guimarães e 622 no confronto com o Feirense.

Liga Vitalis com mais golos

Com três jornadas realizadas, a Liga Vitalis regista mais golos marcados que o principal campeonato de futebol português. Enquanto que na Bwin Liga foram apontados 51 jogos, a Liga Vitalis surge como campeonato mais concretizador com 58 tentos registados.

Na Liga Vitalis nota-se também uma diminuição na amostragem de cartões amarelos. Esta época registaram-se 107, menos 16 que em igual período da época passada. O número de vermelhos é exactamente igual nas duas temporadas: 8.

Os jogadores do Trofense foram admoestados com 11 amarelos e um vermelho, o último dirigido a André Barreto na primeira jornada, frente ao Fátima.