joaquim_oliveira

Os projectos em andamento da sede da Junta de Freguesia, do Lar do Idoso, do Centro de Dia e Creche e do Parque de lazer da Urbanização dos Casais permitem a Joaquim Oliveira, presidente da Junta de Alvarelhos, fazer um balanço positivo do mandato.

Joaquim Oliveira lidera a freguesia Alvarelhos há 12 anos e quando recebeu a pasta da Junta percebeu “as muitas carências, algumas delas muito básicas”. Muitas delas “foram resolvidas no mais curto espaço de tempo”, assegura o presidente em entrevista ao NT, mas ao sanar muitas questões, outras surgiram como é natural no caminho do desenvolvimento. E mesmo com o despoletar da crise económica, que obrigou a um cálculo reforçado das receitas, foi possível realizar algumas obras de vulto na freguesia. Joaquim Oliveira destacou o saneamento e o abastecimento de água: “Foi possível dotar a freguesia das infra-estruturas básicas, indispensáveis para se ter uma boa qualidade de vida e que permitem encarar o futuro com perspectivas de desenvolvimento e crescimento sustentado de Alvarelhos”.

O balanço do mandato destes últimos quatro anos “é muito positivo”, pois para além desta valência, foi possível levantar o projecto da sede da Junta de Freguesia, o Lar de Idoso, o Centro de Dia e Creche e o Parque de lazer na Urbanização dos Casais.

Quanto às carências que ainda se sentem na freguesia, o autarca lamentou “algumas obras que ficaram por fazer, como o alargamento da Rua 25 de Abril, no lugar de S. Roque, por razões que tem a ver com a teimosia de alguns proprietários, que se recusam a ceder terreno”.
E no que toca ao relacionamento com os habitantes da freguesia, Joaquim Oliveira assegura que “foi sempre muito cordial e afável”.

“É preciso saber ouvir e ajudar na sua resolução, pois por vezes problemas que para nós são facilmente ultrapassáveis, para eles são difíceis, e uma palavra ou uma pequena ajuda seja ela de que género for, permite que essas pessoas passem a ver esses problemas de uma forma positiva para serem ultrapassados”, sustentou.