O grupo de pais, a equipa de apoio à catequese e o pároco Luciano Lagoa renovaram uma antiga área da cripta da Igreja Nova e transformaram-na num espaço de convívio e bar. A inauguração decorreu no passado sábado.

   "É um espaço de convívio para os pais e de informação cristã onde existe uma biblioteca acessível a todos". Foi desta forma que o pároco de S. Martinho de Bougado, Luciano Lagoa caraterizou este novo espaço de convívio da catequese localizado na Cripta da Igreja Nova de S. Martinho de Bougado.

Esta iniciativa partiu do Grupo de Pais de apoio à catequese,que com a colaboração do Pároco e de algumas pessoas ligadas à catequese, renovaram uma área já existente e transformaram-na num espaço de convívio e bar.

"O que se pretende com esta iniciativa é um maior envolvimento dos pais na educação cristã dos filhos, já que os pais não têm catequese ao menos acompanham um pouco mais de perto a catequese, para sentirem mais de perto o ambiente da catequese", explicou Nuno Duque, um dos catequistas da equipa de apoio à catequese.

Para os catequistas este será um espaço onde se podem fazer sugestões, debater problemas e criar alguma dinâmica de comunidade, porque "em conjunto conseguem fazer-se coisas que não se imagina", referiu.

Luciano Lagoa foi da mesma opinião, já que "um padre não pode fazer nada e sozinho ninguém faz nada sem a ajuda dos outros", afirmou. Satisfeito com a iniciativa dos pais e catequistas o pároco lembrou: "É preciso dinamizar e agrada-me sobretudo aqui na Trofa, porque há sempre gente com vontade de colaborar e de fazer alguma coisa pela sua terra e neste caso pelos filhos, porque trata-se de pais que têm aqui os filhos na catequese. Junta-se a vontade, a colaboração e estamos no bom sentido neste caminho"reiterou.

O Grupo de Pais de apoio à catequese já existe desde Outubro de 2002. No entanto, "no início deste ano de catequese houve um convite por parte dos catequistas aos pais dos diferentes anos e dentro da análise que fizemos, um espaço onde os pais pudessem estar na hora em que trazem os filhos para a catequese para não terem de se deslocar para as suas casas e voltarem à Igreja para os vir buscar, seria fundamental", recordou António Costa, um dos elementos do grupo de pais.

Com alguns apoios, a ajuda dos catequistas do pároco e a colaboração de 21 pais, a Cripta conta agora com este novo espaço.

De referir que esta valência está aberta no decorrer da catequese e das reuniões de catequistas, "contudo uma das preocupações que tivemos foi que caso este espaço não estivesse aberto houvesse um conjunto de produtos numa máquina automática, como alternativa", explicou o pai.

A preocupação deste grupo de pais prendia-se também com a falta de segurança. A primeira decisão já foi tomada e está em vigor desde o mês passado, "decidimos colocar um sentido único em redor da igreja que ajudasse numa maior fluidez do tráfego e uma maior segurança para os nossos filhos", explicou.

Agora, "iremos criar condições nos espaços exteriores, que são muitos, para poderem ser utilizados pelas crianças para brincar nos intervalos", concluiu António Costa.