As marchas e os santos populares serviram de mote à festa de várias centenas de idosos da Trofa que frequentam as diversas instituições de solidariedade social. Vestidos a preceito e com arcos feitos por eles, "marcharam" ao som da musica popular.

A chuva que chegou na manhã do dia 14 de Junho, não afugentou os idosos do da Trofa, que festejaram os Santos Populares festejados pelos seniores com arcos e bandeirasSantos Populares, pelas 15 horas, no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários da Trofa.

Estiveram presentes, os seniores da Muro d'Abrigo e do Centro Comunitário Municipal da Trofa, que alegraram todos os presentes com as suas apresentações das marchas populares, vestidos a rigor, empunhando arcos e bandeiras. Para além destas instituições, de notar a presença da Ascor, Santa Casa da Misericórdia da Trofa, Asas e Centro Paroquial de S. Mamede do Coronado.

Os arcos embandeirados pelos idosos, fizeram com que passassem uma tarde em boa companhia como referiu Jaime Moreira, Vereador da Acção Social, "eles estão envolvidos em alguns projectos como é o caso das marchas, que andam a ensaiar há cerca de três, quatro semanas, isto ocupa as pessoas. E também permite que os idosos do concelho convivam entre si, há aqui uma partilha de experiências, que é muito importante para que eles ocupem o seu tempo."

Manuela Gouveia, que confeccionou alguns dos fatos para as marchas, foi da mesma opinião porque "com estas iniciativas esquecem-se das mágoas e ficam mais alegres", acrescentando que, "ontem acabei as faixas e os laços eram 3 horas da manhã, com muito gosto. Esta é também uma forma de me manter ocupada", concluiu.