O Hospital da Trofa adquiriu o Hotel do Parque, em Vila Real, que se encontra inacabado há mais de 27 anos, para nele instalar um hospital privado. De acordo com departamento de marketing, a unidade hospitalar a instalar em Vila Real será dotada de urgência, internamento e ambulatório.

  De acordo com informação avançada esta terça-feira pelo departamento de marketing do Hospital da Trofa, "o destino principal do inacabado hotel será a instalação de uma moderna e excelente unidade hospitalar privada", aumentando assim o numero de unidades espalhadas pela região norte.

As iniciativas da autarquia de Vila Real para resolver o problema do Hotel do Parque já se desenvolviam há bastante  tempo, tendo a sociedade Polis servido de intermediário entre os proprietários (residentes no Brasil) e os possíveis investidores.

O Hotel do Parque, cuja estrutura inacabada começou a ser construída há mais de 27 anos, está instalado junto ao Parque Florestal da cidade e foi integrado no Plano de Pormenor do Bairro dos Ferreiros, do Programa Polis de Vila Real.

A solução apontada no plano de pormenor de Ferreiros passava pela manutenção do edifício como hotel, retirando-lhe dois pisos na parte virada para a Avenida 1º de Maio e outros dois na área voltada para o bairro de Ferreiros.

Os pisos superiores ficariam destinados a alojamento, dois dos andares inferiores destinados a estacionamento privativo do hotel e os outros três a estacionamento público, servindo os habitantes do bairro de Ferreiros.

Como o plano de pormenor previa a concretização de uma unidade hoteleira naquele espaço, a autarquia terá agora de aprovar uma alteração a este documento para a instalação de um hospital.

A construção do hotel iniciou-se em 1980, mas a obra nunca foi concluída, existindo actualmente apenas o esqueleto desta infra-estrutura.

O edifício foi deixado ao abandono e, apesar da vedação ali colocada pelos proprietários há já algum tempo, a estrutura tem sido ocupada por toxicodependentes.

Este local está também referenciado pelas autoridades de Saúde do distrito como pólo difusor de doenças, devido à presença frequente de seringas e outros artefactos usados pelos toxicodependentes.

Recorde-se que há cerca de um mês era lançada a primeira pedra para a construção do Hospital privado de Braga, elevando para cinco o numero de Hospitais do Grupo.

 

Hospital de Braga abre em 2009

 

Com um investimento na ordem dos 30 milhões de euros, Braga foi a cidade eleita para acolher o novo hospital privado do Grupo Hospital da Trofa, que resulta de uma parceria com a Britalar.

A construção do Hospital Privado de Braga, que se prevê em pleno funcionamento no 1º trimestre de 2009, pretende também implementar um novo conceito de Medicina. Trata-se um projecto pioneiro, centrado no doente, com o qual se pretende criar um hospital de terceira geração que irá também possibilitar a criação de 400 postos de trabalho. O Hospital Privado de Braga vai ser um hospital geral e de agudos. Com o destaque para o serviço de urgência 24 horas, esta unidade hospitalar vai disponibilizar um conjunto variado de valências médicas, cirúrgicas, de diagnóstico, bem como serviço de cuidados intensivos.

Todas estas especialidades terão por base equipamentos e tecnologias de ponta.

O Hospital Privado de Braga vai ficar localizado em Nogueira, junto ao acesso à variante urbana. As fáceis acessibilidades, a rede de transportes públicos disponível e a facilidade de estacionamento, tornam-se grandes mais valias para esta unidade de saúde.

 

Para além do Hospital da Trofa, aberto ao público desde 1999, o Grupo detém ainda a Clínica Sra. das Dores (Trofa), a Clínica da Maia e a Clínica de Paços de Ferreira. Considerando a construção do Hospital Privado de Braga, destacam-se também outros grandes projectos que se encontram em andamento – Hospital da Boa Nova, Hospital Privado de Alfena, Hospital de dia em Famalicão e Hospital de Guimarães (em parceria com a Casa de Saúde de Guimarães).