Operário da construção civil morreu num acidente de trabalho, nas obras de ampliação que estavam a decorrer na empresa Continental Mabor.

Um homem com 54 anos de idade morreu esta terça-feira quando procedia a trabalhos de construção civil na empresa Continental. Cerca das 17.30 horas de terça-feira, dia 5 de junho, o operário estava a trabalhar nas obras de ampliação da empresa, quando algumas vigas de ferro, que serviam para escorar, se terão soltado de uma grua e caído sobre o peito da vítima. O homem, natural de Águas Santas, Maia, ao cair, terá sofridos ferimentos numa perna e no peito que lhe foram fatais. 

Apesar do socorro prestado pelos elementos da Cruz Vermelha de Ribeirão e dos Bombeiros Voluntários da Trofa e da equipa médica da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Vila Nova de Famalicão o homem acabou por não resistir aos ferimentos. As autoridades policiais estiveram na empresa assim como o Delegado de Saúde de Vila Nova de Famalicão que autorizou a remoção do corpo para Gabinete Médico-Legal de Guimarães.

{fcomment}