medula ossea

O Banco Municipal Virtual de Medula Óssea da Trofa organiza campanha de angariação de dadores a 16 de junho.

 De um Protocolo inovador assinado entre a Câmara Municipal da Trofa, o Centro de Histocompatibilidade do Norte, o Lions Clube da Trofa e todas as oito juntas de freguesia do concelho nasceu, a 31 de março, um Banco Municipal Virtual de Medula Óssea. A autarquia trofense informa a comunidade da realização de uma ação de registo e angariação de dadores de medula no sábado, dia 16 de, nas instalações dos Bombeiros Voluntários da Trofa, entre as 9 e as 12 horas.

Os interessados em inscrever-se no Registo Português de Dadores de Medula Óssea têm obrigatoriamente de se pré-inscrever em qualquer uma das oito juntas de freguesia do concelho, até quarta-feira, dia 13, para garantir o número suficiente de dadores programados.

Esta iniciativa de criar um Banco Municipal Virtual de Medula Óssea partiu de uma ideia do Lions Clube da Trofa que dinamiza, no concelho, colheitas de sangue regulares há vários anos, tendo conseguido que as doações do Concelho da Trofa representem sete por cento do sangue consumido, anualmente, no Hospital de S. João, do Porto.

Esta iniciativa insere-se numa campanha de sensibilização para a angariação de mais dadores de medula óssea, informando os potenciais dadores e facilitando o acesso dos cidadãos aos meios e à informação essencial.

Todos os cidadãos com idades entre os 18 e 45 anos, podem participar no Registo Português de Dadores de Medula Óssea (CEDACE) como potenciais dadores de medula óssea.

{fcomment}