O que poderia ser uma boa prática, transformou-se num dia de pesadelo para um homem, de 28 anos, morador em Vila Nova de Famalicão.

Tudo terá começado por volta das 7.50 horas de terça-feira, 21 de janeiro, quando o homem, que circulava pelas imediações da urbanização das Lameiras, em Vila Nova de Famalicão, terá parado na passadeira para deixar passar dois peões, do sexo masculino.

Em vez de passarem, os homens entraram dentro da viatura, um Opel Corsa branco, e apontaram-lhe uma arma obrigando-o a arrancar. Segundo fonte policial, o homem afirmou que foi obrigado a conduzir durante muito tempo, andando pelas zonas do Porto e Braga.

Já durante a tarde, terá, alegadamente, conseguido enviar uma mensagem à namorada a pedir ajuda. Contudo, os alegados sequestradores tiraram-lhe o telemóvel e obrigaram-no a levantar de uma caixa multibanco cem euros. Além disso, os homens terão obrigado o individuo a tomar “duas pastilhas azuis”.

O pesadelo terminou por volta das 22 horas, quando os homens  o deixaram, apeado, na Rotunda do Professor e do Conhecimento, em Santiago de Bougado.

Vendo-se livre, o homem dirigiu-se a um café das imediações ondepediu ajuda, tendo regressado à rotunda, onde aguardou pela GNR da Trofa.

Devido a alegada intoxicação pelas pastilhas que tomou, o jovemfoi assistido pelos Bombeiros Voluntários da Trofa.

O caso está entregue à Polícia Judiciária de Braga, que durante o dia de quarta-feira esteve a interrogá-lo.