Diz que foi num feliz acaso que encontrou a peça histórica, que, ao dar-lhe indicações claras quanto aos antepassados industriais da Trofa, fê-lo ir à Assembleia Municipal e disponibilizar-se a cedê-la ao domínio público.

Na sessão de XX de dezembro, no período de intervenção do público, o historiador trofense José Pedro Reis deu conta de que tinha achado, numa das “muitas pesquisas na internet em site de leilões”, uma máquina que tinha escrito “Trofa” numa das laterais. Aguçada a curiosidade, José Pedro Reis adquiriu-a e trilhou caminho para descobrir mais sobre a descoberta.

Leia a notícia completa na edição 708 do jornal O Notícias da Trofa, já nas bancas.