O Parque da Estação serviu de palco para a apresentação do candidato social-democrata, que considera como obra prioritária o projecto da Quinta de S. Romão.

“O orgulho em todo o trabalho já desenvolvido na freguesia, a experiência adquirida e a vontade de dar continuidade aos projectos iniciados” são as razões que motivam Guilherme Ramos a recandidatar-se à Junta de Freguesia de S. Romão do Coronado.

O Parque da Estação serviu de palco para a apresentação do candidato social-democrata que, perante dezenas de presentes, realçou como obra prioritária o projecto da Quinta de S. Romão, que será “uma pequena Casa da Cultura da Vila do Coronado”. “É um edifício que esteve abandonado durante 30 anos e que finalmente tivemos a audácia de iniciar a sua reconstrução e vai ser um edifício muito aprazível e bonito, com um espaço que vai dar uma óptima sede de Junta de Freguesia”, afirmou Guilherme Ramos ao NT/TrofaTv, acrescentando que o edifício vai permitir “incrementar uma série de serviços que vão de encontro às necessidades, quer de nível cultural, quer de nível formativo cada vez mais necessárias”.

apresentacaoguilhermeramos

Considerando S. Romão “uma freguesia particular, com um património interessante”, Guilherme Ramos adiantou ainda outras obras que considera fundamentais para a população romanense, como o avanço da segunda fase do saneamento básico. “A todo o momento a obra poderá avançar e é muito importante continuarmos a defender esse tipo de trabalho, assim como o abastecimento de água na parte mais alta da freguesia, na zona do Seixinho e do Cabrito que estão numa situação terrível”, alertou o candidato.

Para Guilherme Ramos é ainda importante reclamar “mais salas de aula do primeiro ciclo”, assim como “faz parte dos planos da carta educativa que a médio prazo se consiga ter a escola secundária em S. Romão”.

Lembrando que Guilherme Ramos esteve ligado à criação do concelho da Trofa, Bernardino Vasconcelos, presidente da Comissão Concelhia do PSD, não tem dúvidas de que o autarca romanense é a escolha ideal para continuar a garantir o desenvolvimento da freguesia de S. Romão, que “é aquela que mais cresceu em termos demográficos”. “É um homem interessado pela freguesia, conhece bem a freguesia, quando discute connosco aquilo que pretende para a freguesia é teimoso e persistente e olha para S. Romão com um conhecimento forte, mas com uma dedicação e um amor, tendo em conta sempre o bem-estar e a melhoria da qualidade de vida dos romanenses”, afirmou ao NT/TrofaTv.