Desenvolver o concelho de forma a torná-lo “melhor e rejuvenescido” é a ambição dos candidatos da CDU, que não deixam de parte os mais desfavorecidos do concelho. O PDM, os Paços do Concelho e a linha de Metro continuam a ser objectivos na luta do partido.

“Sim, é possível.” Esta é a convicção dos membros da CDU da Trofa que, no passado sábado, escolheram como palco o Parque Dr. Lima Carneiro para apresentar os três primeiros candidatos à Câmara e à Assembleia Municipal.

Irene Maia e João Filipe Fernandes acompanham Paulo Queirós na candidatura à Assembleia Municipal da Trofa. O objectivo do grupo passa por reforçar a presença da CDU na Assembleia Municipal e nas freguesias do concelho.
“No mínimo manter um eleito, se possível a eleição do segundo elemento e nas freguesias pensamos fazer o reforço em Guidões, onde temos um eleito, porque as expectativas são bastante elevadas nessa freguesia e conseguirmos eleger para as assembleias de freguesia pelo menos mais duas freguesias, referiu Paulo Queirós, ao NT/TrofaTv, considerando que estes “são objectivos algo ambiciosos para o concelho, mas possíveis de atingir”.

candidatoscdu

O candidato à Assembleia Municipal não deixou de lembrar o contributo da CDU na discussão de várias questões municipais. “Temos visto que no último mandato eleitoral a presença da CDU fez a promoção de vários debates que anteriormente não eram feitos, como a questão da localização dos Paços do Concelho, que quando foi apresentada a zona da Capela toda a gente concordou, apenas a CDU estava atenta a quais eram os reais objectivos da maioria e já na altura se alertou para a possibilidade de se poder vir a invadir o espaço da Capela da Senhora das Dores”, lembrou Paulo Queirós.

Motivada pelo objectivo de “minimizar as dificuldades da população”, Conceição Silva candidata-se pela CDU à presidência da Câmara Municipal da Trofa. Ricardo Garcia e Mário Lopes são os nomes que integram a lista da candidata. “São pessoas a nosso ver credíveis e que lutam pelo melhor do nosso concelho, são pessoas que consideramos que seguem uma linha que vai ao encontro aos nossos objectivos”, considerou a candidata.

Desenvolver o concelho de forma a torná-lo melhor e rejuvenescido é a ambição da CDU, que não deixa de parte os mais desfavorecidos do concelho. “A luta da CDU é sempre na perspectiva de uma luta a favor dos trabalhadores, dos mais carenciados, sempre com o nosso apoio para que as coisas andem sempre de uma melhor maneira, concretizando os nossos objectivos, que são sempre na base de um concelho melhor, rejuvenescido, com infra-estruturas para o concelho”, afirmou.

A questão do PDM, dos Paços do Concelho e do metro, assim como a construção do Parque das Azenhas e a requalificação do Parque Nossa Senhora das Dores são outros dos pontos pelos quais a CDU se move.