A Assembleia de Guidões reuniu-se na noite de quinta-feira, dia 18 de abril, para aprovar Mapa do Controlo Orçamental da Receita e o Mapa do Controlo Orçamental da Despesa, bem como a Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos. Para os membros, é importante a inauguração da Casa Mortuária.

“Nem eu, nem a força política somos muito de festas, inaugurações ou coisas desse género. Mas, dado o momento atual e desta desgraça da fusão e extinção de freguesias e pelo carácter simbólico que possa representar a inauguração de uma casa mortuária da freguesia de Guidões, pensamos que desta vez era importante fazer-se uma inauguração com grande participação da população e força, mas sem pompa e circunstância”. Foi pelo membro do CDU, Atanagildo Lobo, que o tema da inauguração da casa mortuária foi trazido para o debate da sessão ordinária de abril da Assembleia de Freguesia de Guidões.

Atanagildo Lobo questionou o executivo quando é que a empreitada estava concluída, apelando à Junta e aos membros da assembleia para “a importância da inauguração da casa mortuária”, porque se vai inaugurar “talvez o melhor equipamento dos últimos 20 anos, aquele que faz mais falta e que representa a nossa freguesia”.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.