A freguesia de Guidões há muito que pedia um Salão Paroquial e no domingo, dia 25 de março, a paróquia inaugurou o novo espaço. 

Foi em festa que a paróquia de Guidões inaugurou, no domingo, o Salão Paroquial. Uma festa que contou com a participação das crianças da catequese que abrilhantaram o espectáculo. José Ramos, pároco de Guidões, reconhece que este era “um espaço mais que necessário”, para que seja possível realizar atividades, sem que tenham de pedir espaços emprestados. “Quando eu cá cheguei não tinha uma sala para catequese. A residência foi toda remodelada e, ao seu lado, fizemos um salão, tipo sala de espetáculos com palco, com capacidade para cerca de 200 pessoas”, afirmou. As obras, que começaram no início do ano, contaram com o apoio da Junta de Freguesia, que contribuiu com paralelo para calcetar a entrada, bancos de pedra e com a ajuda da comunidade que cedeu materiais. Além disso, realizaram um peditório, cantaram as janeiras de porta em porta e usaram o dinheiro que sobrou do arranjo da Igreja. O custo da obra rondará “os cerca de 50 mil euros”, faltando ainda colocar as cadeiras e forrar o palco com madeira, afirmou. 

Ramiro Sousa, secretário da Comissão fabriqueira da Igreja de Guidões considera que a freguesia “já merecia há muitos anos ter um salão, porque infelizmente a paróquia andava a viver de esmolas”. “Era em casa do engenheiro Castro, onde se fazia as festas, mas que acabou por vender aquilo. O ano passado foi em casa de um senhor em Vilar, que também cedia um armazém, mas agora está alugado. Agora, por muito dinheiro que se gaste é algo nosso”.

Ramiro Sousa afirma já existirem “atividades em vista”, salientando que o “salão está disponível e aberto à freguesia”, desde que seja para a realização de atividades sociais e culturais. Além disso, estão “em cima da mesa” propostas para haver aulas de dança e ginástica para jovens e idosos.

{fcomment}