O Bougadense conseguiu uma preciosa vitória em casa, frente ao "aflito" Avintes, por 2-1, num jogo da nona jornada da Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto. Flávio e João Paulo assinaram os golos da equipa de Renato Pontes.

  A chicotada psicológica causada pela goleada sofrida na jornada passada frente ao Canidelo parece ter despertado os atletas de Santiago de Bougado, que este domingo impuseram uma derrota ao Avintes, em casa, por duas bolas a uma. A alteração táctica de Renato Pontes, que colocou Flávio, habitualmente central, numa posição mais avançada do terreno, surtiu efeito, já que o nº 3 do Bougadense inaugurou o marcador e esteve bastante interventivo nas acções ofensivas da equipa.

O Bougadense foi a equipa que criou sempre mais perigo junto da baliza contrária, enquanto que o Avintes, um dos "aflitos" da Divisão de Honra, ainda a digerir a goleada da passada quinta-feira e a adaptar-se ao novo treinador, Guilherme Baldaia, nunca importunou Vila Cova, que apenas se teve de aplicar na segunda parte, fruto de alguns contra-ataques concedidos pela equipa da casa.

O marcador podia ter sido inaugurado logo aos 8 minutos, por Serginho, mas o avançado bougadense rematou às malhas laterais. O mesmo jogador voltou a desperdiçar uma soberana oportunidade para marcar, ao escorregar sobre a zona de penalty, depois de uma excelente jogada de Lusi Carlos, que também só falhou na finalização.

O espectáculo de lances perdidos não terminou, com Paulinho a assumir o papel de novo protagonista, ao falhar por centímetros o remate, quando apenas precisava de encostar o esférico para o fundo das redes, na sequência de um cruzamento de Serginho.

Alexis terminou o período de completo domínio bougadense, com um remate que saiu um pouco ao lado do poste esquerdo da baliza defendida por Fernando.

A atitude ofensiva da formação caseira prevaleceu na etapa complementar e acabou por dar frutos, aos 55 minutos, com o golo inaugural, da autoria de Flávio, que adaptado a avançado não desiludiu e aproveitou da melhor maneira uma recarga de um remate de Alexis.

Apesar de superior, o conjunto liderado por Pontes acabou por sofrer o tento do empate, dois minutos volvidos, num lance de bola parada. Zé Carlos, chamado a converter um pontapé livre, rematou para o fundo das redes de Vila Cova, estabelecendo a igualdade.

Galvanizados pelo golo, os atletas do Avintes controlaram a contenda e tiveram nova oportunidade para visar a baliza adversária, mas desta vez, Hugo não conseguiu bater Vila Cova, que fez excelente defesa para canto.

Depois deste lance o Avintes foi sempre inconsequente nos lances ofensivos, sempre construídos a partir de contra-ataques que nunca resultaram.

Por seu lado o Bougadense podia ter chegado à vantagem aos 67 minutos, não fosse o remate de João Paulo, acabado de entrar para o lugar Paulinho, ter embatido na trave de Fernando.

A justiça no resultado só surgiu nos minutos de desconto e na sequência de uma grande penalidade. João Paulo converteu e fixou resultado final de 2-1, favorável aos bougadenses.

 

Renato Pontes: "Foi um dos melhores jogos que fizemos esta época"

No final da partida o técnico Renato Pontes sublinhou o excelente trabalho dos jogadores ao longo dos 90 minutos e a justiça do resultado. Pontes foi peremptório em assumir que este "foi um dos melhores jogos" do Bougadense esta época e que a equipa só pecou na falta de eficácia: "ao intervalo já podíamos estar a vencer por 2-0. Disse aos jogadores para continuarem no bom caminho e o resultado ajusta-se a tudo o que eles produziram ao longo jogo".

Com apenas dois treinos ao serviço do Avintes, Guilherme Baldaia, que substituiu Nuno Teixeira no comando da equipa, referiu ao NT, que o resultado foi "negativo e injusto", tendo em conta a "excelente atitude da equipa". Segundo o técnico o empate "já seria um resultado desajustado", já que o Bougadense "apenas foi perigoso em lances de bola parada, que acabaram por resultar nos golos".

Guilherme Baldaia assumiu a "situação difícil" vivida pelo Avintes esta época, mas frisou que a qualidade da equipa e alguns ajustes poderá contribuir para que suba na tabela classificativa.

 

Resultados 9ª jornada

Arcozelo 0-2 Candal

Vilanovense 2-2 Sra Honra

Ataense 0-1 Alpendorada

Valonguense 3-1 Coimbrões

Várzea Douro 1-1 Perosinho

Ermesinde 1-2 Perafita

Sousense 4-0 Canidelo

Bougadense 2-1 Avintes

Pedrouços 3-1 Rio Tinto

 

Próxima jornada (11-11-2007)

Candal-Pedrouços

Sra Hora-Arcozelo

Alpendorada-Vilanovense

Coimbrões-Ataense

Perosinho-Valonguense

Perafita-Várzea Douro

Canidelo-Ermesinde

Avintes-Sousense

Rio Tinto-Bougadense

 

Classificação

  1. Alpendorada – 25 pontos

  2. Coimbrões – 24 pontos

  3. Candal – 19 pontos

  4. Arcozelo – 16 pontos

  5. Ataense – 16 pontos

  6. Rio Tinto – 15 pontos

  7. Valonguense – 15 pontos

  8. Pedrouços – 12 pontos

  9. Sousense – 11 pontos

  10. Perafita – 11 pontos

  11. Perosinho – 11 pontos

  12. Bougadense – 11 pontos

  13. Sra. Hora – 9 pontos

  14. Canidelo – 7 pontos

  15. Vilanovense – 6 pontos

  16. Avintes – 6 pontos

  17. Várzea Douro – 5 pontos

  18. Ermesinde – 0 pontos

 

Bougadense: Vila Cova, Mó, Lírio, Virgílio, Daniel Conde, Ricardo Sá (Queirós 78'), Luís Carlos, Alexis (Pinto 78'), Paulinho (João Paulo 66'), Flávio e Serginho

Treinador: Renato Pontes

Avintes: Fernando, Paulo Ferreira, Renato, César, Rui, Sá, Frutuoso, Zé Carlos (Márcio 80'), Serginho, Miguel (Hugo 58') e João Miguel (Flávio 90'+4')

Treinador: Guilherme Baldaia

Árbitro: Ângelo Figueiredo, auxiliado por Francisco Sousa, Telmo Magalhães e Ferreira da Costa

Cartões Amarelos: Flávio (60'), Hugo (72'), Mó (79') e Serginho (88')

Marcadores: Flávio (55'), Zé Carlos (57') e João Paulo (90'+4' g.p.)

Resultado ao intervalo: 0-0

Resultado final: 2-1