Um jogo relativamente calmo, onde a equipa da casa criou bastantes oportunidades de perigo para a baliza do S.Romão, mas que não se convertiam, em grande parte, graças à pronta actuação do guarda-redes Ricardo. Perto do Final quando todos já achavam que os três pontos seriam entregues ao Rio Tinto, Cabaço coloca a bola nas redes de David, empatando o jogo. 

 A sexta jornada da II Divisão Distrital juntou o Rio Tinto e o S.Romão para uma disputa de bola. O Rio Tinto entrou em campo e desde cedo impôs a sua presença. Várias vezes a equipa da casa chegou à baliza do S.Romão, mas Ricardo ia conseguindo salvar a baliza por si defendida.

Passados cerca de vinte e cinco minutos, a equipa da casa aproveitou um desleixo na defesa do S.Romão e Zé Miguel fez o 1-0.

A ganhar por uma bola, o Rio Tinto continuava a mostrar-se mais forte e a chegar muitas vezes a baliza do S.Romão.

Aos quarenta minutos, Silva ganhou a bola perto da linha final e centrou-a para o segundo poste, onde Vítor Lopes lhe deu um pequeno toque, fazendo-a entrar na baliza.

Com o início da segunda parte o S.Romão entra em campo com mais confiança, mas ainda assim o segundo tempo vai testemunhar algumas falhas defensivas graves, uma delas aos sessenta e dois minutos, em que os adeptos do S.Romão sofreram durante alguns segundos ao verem a bola "passear" em frente à baliza de Ricardo.

O 2-1 surge aos setenta e três minutos, no decorrer de mais uma das falhas na defensiva do visitante e que foi bem aproveitada por Tozé para colocar a bola dentro da baliza do S.Romão.

A faltarem aproximadamente dois minutos para o apito final, Cabaço foi marcar o livre que colocou a bola directamente dentro da baliza da equipa da casa e assegurou desta forma a conquista de um ponto para a formação do S.Romão.