Nem o frio afastou os foliões que percorreram as ruas de S. Martinho de Bougado para participar no concurso, organizado pela Junta de Freguesia, na véspera do dia de Carnaval. Iniciativa foi “aperitivo” para o desfile carnavalesco.

O Kinder e os amigos Kitkat e Twix foram os primeiros a entrar no Café S. Martinho. À boa disposição do ovo, juntou-se a habilidade do chocolate para não se desmontar em pleno estabelecimento. Tudo para agradar a um dos júris que os esperava e a outros mascarados que participaram no concurso, promovido pela Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, na véspera de Carnaval. Nem o frio nem a ameaça constante de chuva demoveram os participantes, que deram um colorido diferente à noite e atraíram centenas de pessoas às ruas da cidade.

O Kinder participou para “brincar um bocadinho com os amigos” e o tempo, mais parecido com um ambiente no frigorífico, até ajudava a mantê-los firmes para enfrentar a longa caminhada pelos cafés.

carnaval-s.martinho

Quem está habituado às temperaturas baixas é o cliente do BPN, falido e pedinte. Mesmo assim não teve muita sorte nas esmolas. Mais um participante, mais um pedinte, mas este não rejeita a companhia do seu cão nem a frescura de um “fino”…ou dois, já que numa nova visita ao mesmo café, não se coibiu de pedir novo “reforço” líquido. Numa mensagem aos trofenses, apelou “à luta para conseguir atingir os seus objectivos”.

Já os frades entraram alinhados e a música evangélica exigia respeito. Só que poucos segundos depois de se perfilarem perante o júri, outro som soou: o “I gotta feeling” dos Black Eyed Peas, que colocou todos os frades a dançar, contagiando os clientes do café.

Os participantes de última hora, o rei, a rainha, a princesa e o motociclista – que destoava no grupo – “nem sabiam que havia o concurso”, mas não perderam a oportunidade de se habilitar a um dos prémios. Para poderem percorrer todos os cafés em tempo útil, lá tiveram que pegar no automóvel. Como mensagem de Carnaval, o rei afirmou que “as pessoas deviam viver mais o Carnaval”. “A Trofa já teve, em tempos, um Carnaval engraçado e agora não se vê grande festa na rua”, sublinhou.

Mais nova nestas andanças, a pequena Hello Kitty estava a gostar da noite, mas a timidez não a deixou falar muito mais. Acabou por ser a 3ª classificada individual do concurso. A ela juntou-se também a espanhola, 2ª classificada, mas a que deliciou o júri foi a pequena hospedeira, cara laroca e muito simpática, que teve o colo de José Sá, presidente da Junta de S. Martinho de Bougado.

O autarca estava satisfeito com a adesão à iniciativa que pretende “manter viva a tradição do Carnaval na Trofa”. “Isto já não é novidade. É uma tradição que já vem de alguns anos, de forma que os jovens já sabem que há este concurso e aderem”, afirmou.

Este concurso foi quase como um “aperitivo” para o grande corso carnavalesco que se seguiu no dia seguinte, “mas para aperitivo está muito bom”, assegura José Sá, que recusou dizer qual o mascarado que mais gostou.

Por grupo, os grandes vencedores foram os frades bailarinos, seguindo-se o “chulo” acompanhado das suas “boazonas”, que fez questão de agradecer ao autarca de S. Martinho com uma nota…falsa.

Já o último lugar do pódio pertenceu aos chocolates.