quant
Fique ligado

Edição 421

Festival de Coros angaria cerca de 300 euros

Publicado

em

Grupo de Jovens Sem Fronteiras do Muro organizou na noite de sábado, dia 27 de abril, a 1ª edição do Festival de Coros.

 “Tocar, cantar, sentir //O que vem do coração// Sempre com a mente em Cristo // Ser Contraste é ambição”. Este é o hino do Grupo Coral Ser…Contraste, que arrecadou o prémio de melhor instrumental no Festival de Coros organizado pelo Grupo de Jovens Sem Fronteiras do Muro.

Com uma lotação de “150 pessoas”, o salão paroquial do Muro foi palco da primeira edição deste evento cultural, que teve a concurso quatro coros de diferentes pontos do País.

O espetáculo musical teve honras de abertura por parte do Coro Paroquial de S. Cristóvão do Muro, que serviu de aperitivo para uma noite que prometia de ser de um excelentes espetáculo. Seguiram-se as atuação do Grupo Coral Ser…Contraste, Grupo de Jovens Galegos de Santa Maria, Grupo de Jovens de Santiago de Carapeços – Kyrios e o Movimento Juvenil Giofrater FMNS.

No final, o júri, composto por Assis Serra Neves, vereador do pelouro da cultura da Câmara da Trofa, Carlos Martins, presidente da Junta de Freguesia, e José Luís, maestro do Coro Paroquial, Sandra Costa, ensaiadora do MeloDios, decidiram atribuir os prémios Presença em Palco, Melhor Música Original e Melhores Vozes ao Grupo de Jovens de Santiago de Carapeços – Kyrios. O de Melhor Instrumental foi para o Grupo Coral Ser… Contraste e o de Amizade para o Grupo de Jovens de Galegos de Santa Maria.

O espetáculo encerrou com a atuação do MeloDios – Grupo Coral da Juventude Sem Fronteiras do Muro.

Segundo o presidente do Grupo de Jovens, Pedro Santos, “já há algum tempo” que pensavam em organizar “uma coisa diferente”, onde pudessem “mostrar o trabalho” que fazem de “música de mensagem”, bem como de fazer “troca de experiências e de impressões” com outros grupos corais de jovens. “Depois associou-se a esta ideia do festival a necessidade do salão. Achámos que o salão merecia algo melhor e daí a ideia de recolher alguns fundos, para que possamos começar a criar um pé-de-meia para o melhorarmos”, acrescentou.

Publicidade

Para assistirem ao festival, as pessoas tinham que pagar uma entrada simbólica, tendo sido angariados “cerca 300 euros”, que vão reverter para melhorar o salão paroquial “em termos de som e de luz”.

No final do festival, decorreu uma “after-party”, que foi organizada com a Smed – Quebra Sentidos Associação Cultural, onde participaram “cerca de cem pessoas”. Além de ser “mais um momento de convívio”, esta tinha o objetivo de “recolher fundos, para uma peregrinação”, que o Grupo de Jovens do Muro vai fazer a Jerusalém, no próximo ano.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 421

Festas Nossa Senhora do Desterro – Procissão e Feira da Saúde foram os pontos altos da festividades

Publicado

em

Por

 
Entre os dias 25 e 28 de abril, o Souto de Bairros, em Santiago de Bougado, acolheu as festas de Nossa Senhora das Dores.

 O som dos tambores do Agrupamento 447 de Santiago de Bougado anunciava o início da procissão, onde não faltaram as figuras litúrgicas, como os anjinhos, sagrada família, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora do Desterro, Nossa Senhora das Dores e Nossa Senhora da Livração. Três cavalos seguiam na frente para abrir caminho à procissão.

Este foi um dos pontos altos das festividades em honra de Nossa Senhora do Desterro, que, após dois anos sem festa profana, um grupo de jovens decidiu arregaçar as mangas, por mãos ao trabalho e reatar a tradição. João Nogueira, Juiz da comissão de festas, fez um “balanço positivo” das festas, graças à “muita gente que aderiu”. O juiz das festas agradeceu “o esforço” dos seus colegas e do pároco Bruno Ferreira, “me reerguer” a festa, bem como a “todas entidades” pela “mobilização que fizeram em trazer as pessoas”.

Bruno Ferreira, pároco de Santiago de Bougado, ficou “contente” com a entrega destes jovens, que se “prontificaram na preparação desta festa”. “Com o pouco tempo que tiveram, praticamente nem um mês tiveram para organizar, e como viram foi uma festa muito digna, bonita e muito participada”, frisou.

Para Bruno Ferreira, as festas “sempre existiram e vão existir”, sendo “missão do pároco congregar as pessoas, para que as festas sejam feitas com alguma dignidade, por amor e devoção ao Santo”. “A Festa é, mais do que tudo, este sinal da manifestação da nossa fé. Como puderam ver, tudo bem coordenado, tudo bem combinado com as equipas que se integram para a comissão de festas é possível reerguer bem e saudavelmente. E, como viram, aqui tinha muita gente”, concluiu.

Outro dos pontos altos das festas foi a Feira da Saúde, que disponibilizava rastreios gratuitos nas diversas áreas, como de hipertensão arterial, diabetes, visual (entre acuidade visual, catarata e tensão ocular), auditivo, podologia, risco cardiovascular e de saúde oral. Nesta iniciativa não faltaram os Bombeiros Voluntários da Trofa, que deram formação sobre o Suporte básico de vida, e a Polícia Municipal, com ações de sensibilização para a prevenção.

Durante os quatro dias, o Souto de Bairros foi palco dos concertos da Orquestra Ritmos Ligeiros e da Banda de Música da Trofa, bem como das atuações do grupo Alvadance, Xystema Show, do Rancho Folclórico da Trofa e do Etnográfico de Bougado. A parte religiosa não foi esquecida, tendo-se realizado missas com sermão, terços e procissões.

Publicidade
Continuar a ler...

Edição 421

Câmara delibera subsídios para associações em Santiago

Publicado

em

Por


 
O executivo da Câmara Municipal da Trofa deslocou-se até à Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, na sexta-feira, dia 26 de abril, para mais uma reunião ordinária pública descentralizada. Nesta sessão foram discutidos assuntos para a freguesia bougadense.

Com o objetivo de descentralizar as reuniões, o executivo municipal da Trofa deslocou-se até à Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, para levar aos munícipes a participação em mais uma reunião ordinária pública, que foi a mais concorrida.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);