encerramento-mes-maria-e-festas-rosario-62
A procissão de Velas foi o momento religioso que marcou o fim do mês de Maria na paróquia de Santiago de Bougado.
As cerimónias de encerramento tiveram início pelas 21 horas, junto da Capela de Bairros, tendo seguido até à Igreja Matriz, num percurso enfeitado com um tapete de flores feito pelos moradores de Bairros e de Lagoa.
Terminada a procissão de velas, a atuação de um conjunto de música portuguesa animou o final da noite, que também contou com uma sessão de fogo de artifício.
No domingo, dia 26, pelas dez horas, foi celebrada a missa solene em honra da Nossa Senhora do Rosário, a que se associaram dezenas de jovens que fizeram a sua Profissão de Fé. No último dia das festas, realizou-se a procissão com o andor de Nossa Senhora de Fátima. Segundo António Oliveira, tesoureiro da confraria de Nossa Senhora do Rosário, o encerramento do mês de Maria e das festas “correram bastante bem”, mostrando-se agradecido a todas as pessoas que colaboraram na concretização das festas.
O bom tempo ajudou no decorrer das festas e para o Padre Bruno “o balanço foi profundamente positivo” para toda a população. “Só posso agradecer a Deus e dar-lhe graças pela beleza, pela organização e pela vivência que, nestes dias, a nossa comunidade faz com tanto amor e tanto carinho”, afirmou o pároco. Às festividades esteve agregada uma semana missionária, que contou com a presença do Padre Carlos Costa, missionário comboniano, que com satisfação partilhou e pregou o seu próprio estilo de vida. “A vida missionária é uma partilha, a gente dá e recebe e nesta semana fizemos o nosso trabalho, demos, anunciamos e partilhamos aquilo que é a nossa vida”, afirmou.