Romana foi a cabeça de cartaz de mais uma festa em Honra de Santa Eulália, que decorreu no passado fim-de-semana na freguesia de S. Romão do Coronado. Esta romaria foi a última presidida pelo Padre Lucindo Silva que brevemente deixará a paroquia e rumará a outra comunidade.

   As festas de Santa Eulália, que desde 1999 acontecem de dois em dois anos na freguesia de S.Romão do Coronado e voltaram a atrair centenas de pessoas. Com um cartaz muito variado, o certame decorreu entre os dias 3 e 6 de Agosto.

Sexta-feira, dia 3, foi o dia do Folclore, com a actuação do Rancho Folclórico de S.Romão e do Rancho Folclórico de Santa Cristina do Couto, seguindo-se a actuação do grupo os Cavaquinhos de Arcos.

A manhã de sábado começou com o som de Zés Pereiras. A animação da noite esteve a cargo da banda "Império Show", à qual se seguiu uma sessão de fogo de artifício.

A banda de música Sociedade Musical de Alvarense percorreu as ruas da freguesia no Domingo de manha e às 9.30 horas decorreu a Missa Solene. A tarde trouxe às ruas de S.Romão do Coronado a Procissão em Honra a Santa Eulália, com dezasseis andores, envolvendo aproximadamente duzentas pessoas. À noite subiu ao palco Marta Miranda, seguindo-se a actuação da cantora Romana, que foi o ponto alto da festa. A encerrar, o céu encheu-se de cor com uma fantástica sessão de fogo de artifício.

O último dia de festa, segunda-feira, contou com a presença do grupo Amigos do Ambiente da Maia, que com o seu espectáculo de imitações soltaram muitas rizadas ao público e ainda com uma concentração de concertinas e Cantares ao Desafio. Para encerrar este certame decorreu uma sessão de fogo de artifício e foram "soltas" duas vacas de fogo para os mais destemidos.

Em conversa com o NT, Victor Martins, Juiz da Comissão de Festas, declarou que "a adesão da população superou as nossas expectativas já que o cartaz não era tão chamativo como há dois anos, a afluência de visitantes superou as nossas expectativas e tivemos muita gente a visitar as Festas de Santa Eulália e conseguimos encher o grande recinto da Igreja nas noites de sábado e domingo".

A Comissão de Festas homenageou na noite de Domingo o Padre Lucindo Silva, que brevemente deixará a paróquia. "Não quisemos deixar de fazer esta surpresa ao Padre Lucindo que já acompanha esta freguesia à quase um quarto de século. Entregamos-lhe duas ofertas: uma cruz como oferta pessoal e um Envangeliário em prata que ficará na Paroquia", afirmou Victor Martins.

O Pároco Lucindo Silva, presidente da Comissão de Festas de Santa Eulália, confessou ter-se sentido sensibilizado com o gesto da Comissão de Festas. "São laços que se criam. A esta freguesia dei os melhores anos da minha vida e foi aqui que cresci como pessoa. Além da lembrança pessoal, a comissão ofereceu também uma capa de Envangeliário em prata, que irá enriquecer o património religioso da Paróquia". Lucindo Silva não quis deixar de salientar o "grande esforço deste homens da comissão e das suas famílias que sempre os acompanharam. Mais que uma comissão, estes grupos são uma escola, onde os seus membros vão desenvolvendo e descobrindo as suas potencialidades, ao mesmo tempo que vão criando laços de amizade".

Acerca do certame, o Pároco sente-se feliz pela forte adesão da população e pela valorização da parte religiosa das festas. "Apesar dos ritmos de vida das pessoas, que tem pouco tempo livre, este ano tivemos uma grande participação do povo da terra, o que se constatou no maior número de andores a percorrerem as ruas da freguesia. Este ano conseguimos trazer à rua dezasseis andores, o que só foi possível graças ao envolvimento e participação da população".

A finalizar a entrevista, o Pároco confessou que apesar de ainda não saber a paroquia que o vai receber, "S. Romão vai deixar saudades".