Pelas 19 horas, um dos pavilhões da zona industrial do Soeiro, em S. Mamede do Coronado, começou a encher-se de pessoas que quiseram provar a francesinha da comissão de festas do Espírito Santo, no sábado, dia 28 de janeiro.

“O intuito desta Festa da Francesinha é angariarmos receitas para a realização das grandiosas festas do Espírito Santo que decorrem, no dia 27 de maio, em S. Mamede do Coronado”, afirmou Ricardo Santos, membro da comissão de festas.

Em altura de crise, a vida é muito “complicada”, pelo que é necessário “desenvolver muitas atividades para que se consigam as verbas.” Para Ricardo Santos,a festa da francesinha é uma das formas mais “rentáveis” em que se dá alguma coisa às pessoas e elas contribuem, ” participando e movimentando-se em prol de uma boa festa.”

Entre as muitas atividades que a comissão de festas espera realizar, está já marcado um show de freestyle, no próximo dia 5 de fevereiro, também na zona industrial do Soeiro. A comissão de festas está a equacionar fazer uma garraiada e um porco no espeto e já é “ponto assente” a corrida de galgos, no dia 20 de maio.

Para os elementos da organização, o objetivo é realizar as festas do Espírito Santo “em função das verbas que forem angariadas” e manter a tradição do que tem sido feito em anos anteriores apesar de saber que “vai ser muito difícil”.

Ricardo Santos apelou ainda para que a população se envolvesse neste projeto e colaborasse com o grupo da comissão de festas. “As pessoas podem estar presentes neste e noutros eventos que vamos realizar e o seu contributo pode ajudar a tornar possível uma festa que já é uma tradição” em S. Mamede do Coronado, concluiu.

Janine Mouta

 {fcomment}