Utentes da ASCOR participaram numa festa de Páscoa, que foi animada pelo grupo musical “Onda Solidária”, que vai percorrer as instituições do concelho, a título gratuito, para espalhar a alegria pelos mais velhos e necessitados.

 A ASCOR (Associação de Solidariedade Social do Coronado) organizou uma Festa Pascal, na sexta-feira, dia 22 de março, em S. Romão do Coronado. A festa teve como objetivo criar “momentos lúdicos” aos utentes. “O nosso papel enquanto instituição é promover o contágio aos nossos utentes pelo gosto de viver, pela construção de projetos de vida, pela formulação de objetivos, por fazer com que as pessoas idosas não percam os laços com a sociedade, mas sim, pelo contrário, torná-las parte integrante da mesma”, referiu Inês Ribeiro, diretora técnica da instituição.

Esta instituição, acrescentou,“trabalha diariamente em prol da qualidade de vida e conforto dos utentes, bem como na valorização da importância da pessoa idosa na comunidade da instituição, mantendo em simultâneo a sua ligação ao seu meio natural”.

Como convidados estiveram presentes os utentes do Centro Social e Paroquial de Ribeirão, tendo sido“proporcionado um intercâmbio entre instituições”.

Durante a festa, o grupo musical criado pelo trofense António Moreira, “Onda Solidária”, levou a todos a animação. “Há um mês, resolvi criar um grupo de música popular, com cerca de seis elementos, para levar às associações gratuitamente”, revelou António Moreira.

Este grupo, que demonstrou os seus dotes na última festa da APPACDM (Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental) já tem uma rota a seguir. A próxima instituição onde vão marcar presença é o Lar do Padre Joaquim Ribeiro, pretendendo “seguir a rotina das instituições de solidariedade do concelho da Trofa e, provavelmente, também para fora”. Demonstrando uma grande vontade de expandir a sua música popular para além das fronteiras do concelho, António Moreira realça a alegria que sente neste projeto: “Estou muito contente com isto e preciso disto. É uma alegria estar aqui no meio desta gente. Não quero parar”.

Para além da animação musical, a Festa Pascal contou com a celebração da Eucaristia, presidida pelo padre Rui Alves, e por um almoço-convívio.