Durante os dias 25, 26 e 27 de julho, o Souto da Lagoa, em Santiago, acolhe a festa dedicada ao Senhor e Santiago.

Como António Azevedo, ex-autarca da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, “gostava que a Festa de Santiago fosse a mais elevada por ser em honra do padroeiro” e o pároco Bruno Ferreira tinha “muito gosto que fosse a mais importante e que nunca ficasse por fazer”, a Confraria do Senhor e Santiago decidiu por pés a caminho e construiu um programa feito com o dinheiro que conseguiu angariar.

O primeiro dia, 25 de julho, é dedicado a Santiago Maior, com uma Eucaristia Solene em honra do padroeiro e procissão de velas, pelas 20.30 horas, seguindo-se a atuação do Grupo Musical Cristiana & Companhia (22 horas) e uma sessão de fogo de artificio. No dia seguinte, depois da Eucaristia das 20 horas, há as atuações do Grupo Danças e Cantares de Santiago de Bougado, Rancho Folclórico S. Paulo Barroselas e Rancho Tricanas da Lapa, encerrando a noite com nova sessão de fogo de artifício. Já no dia 27 de julho, há, pelas 11 horas, uma Eucaristia solene em honra do Senhor e exposição com adoração do Santíssimo até ao início da procissão solene, pelas 17.30 horas. Mas antes, pelas 14.30 horas há o concerto da Banda de Música da Trofa.

Segundo Blandina Torres, tesoureira da Confraria do Senhor e Santiago, o orçamento da festa ronda “entre 10 a 11 mil euros”. Para angariar verbas para as festas, a Confraria fez um peditório por “toda a freguesia”, pedindo “alguma ajuda a empresas” e contando com “uma pequena ajuda da Câmara e uma melhor ajuda da Junta de Freguesia de Bougado”.

A tesoureira contou que é com “muito sacrifício” que se organizam as festas, mas que “sem trabalho nada se faz”. Como a Festa do Senhor e de Santiago é “a mais importante da paróquia”, a Confraria contratou grupos “muito bons” e “um bocadinho diferentes” do habitual para atrair a comunidade, de forma a “engrandecê-la”. “Estamos a fazer o melhor que pudemos, se não fazemos melhor é porque não temos dinheiro, mas gostávamos que fosse uma festa boa. Agradecia que viessem, pois quanto mais gente melhor e ficamos contentes”, apelou.